Mariners passa por Bulls e recebe Espectros na final nordestina

1
270
Sete jogos, sete vitórias para o Recife Mariners, em seu ano perfeito até aqui Foto: Tiago Giordani

Se a partida da fase regular entre Recife Mariners e Bulls Potiguares foi bastante disputada em Natal, em Recife, na semifinal da Conferência Nordeste, os pernambucanos foram totalmente dominantes. A vitória por 33 a 00 sobre os potiguares foi a sétima do ano para os azuis, que chegam à final invictos e irão receber o atual eneacampeão nordestino e vice-campeão brasileiro, o João Pessoa Espectros.

O jogo

Mesmo sem sucesso em todas as tentativas da primeira campanha de ataque, as big plays do quarterback americano Jake Schimenz podem produzir touchdowns a qualquer momento. Como a primeira pontuação do jogo, em passe de 36 jardas para o wide-receiver Pedro Brito. Sem ponto-extra, o placar marcava 6 a 0 na Arena Pernambuco.

Sem conseguir sair do campo de defesa, o Bulls devolveu a bola em um punt, com o Mariners retribuindo na campanha seguinte. Após turnover on downs dos visitantes, o Mariners ampliou em corrida do destacado running back Lucas Adolfo, que também correu para os dois pontos após o touchdown: 14 a 0 para os azuis.

Após novas trocas de punt, o Mariners ampliou em nova campanha com big play. Após passe de 54 jardas, o time chegou à redzone. Com corrida, o time chegou à linha de uma jarda. Em vez de correr, Jake passou para Guga – com o ponto-extra, 21 a 0 para os anfitriões.

Na volta do intervalo, o domínio pernambucano continuou. Mesmo em situações difíceis, com em uma terceira descida para 14 jardas, os donos da casa achavam uma saída, como uma ótima corrida de Jake, neste caso. E em uma quarta descida para 8 jardas, Jake passou para Lucas Adolfo marcar mais um: chute bloqueado e 27 a 00 no placar.

No último quarto, o Bulls tentou tirar o zero do placar com um field goal, mas sem sucesso. E antes do apito final, mais um touchdown azul: mais um passe de Jake, desta vez para Pinho – dois pontos não convertidos e placar final de 33 a 0 para o Recife Mariners.

O que vem por aí?

Enquanto o ano acabou para o Bulls Potiguares, o Recife Mariners continua a melhor campanha de sua história: invicto e pronto para receber, novamente, o seu maior algoz –  João Pessoa Espectros. Se os pernambucanos já venceram por cinco vezes os paraibanos na fase regular – e a última, na Liga BFA 2019, sendo o mais contundente dos triunfos – nunca venceram nos mata-mata.

> Confira o panorama dos playoffs da Liga BFA 2019 em nossa página especial

COMPARTILHAR
Artigo anteriorCom elenco reduzido, Tritões derrota Storm e chega aos playoffs
Próximo artigoGalo é o “Rei do Bairro” e recebe Tritões nos playoffs
Avatar
Editor-chefe do Salão Oval, maior plataforma de mídias destinada ao FABR, Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League (Campeonato Inglês de Futebol). Realizei coberturas nacionais pelas cinco regiões do Brasil e também nos EUA (Mundial de Ohio) e Perú (1º Torneio Guerrero de Los Andes), sempre acompanhando o futebol americano nacional de perto. Narrador e comentarista para o futebol americano nacional em diversas ocasiões (BandSports, Fox Sports e Globo Esporte.com), fui também jogador da Lusa Lions (flag 2008) e do Corinthians Steamrollers (2009 a 2012).

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here