#FABRDay: conheça a história do dia do futebol americano nacional

4
150
O Salão Oval atribuiu ao dia 25 de outubro a alcunha de #FABRDay para ajudar na promoção do esporte Arte: Cesar Freitas / Salão Oval

Se há mais de 20 ou 30 anos a bola oval já conquistava os ares das praias cariocas ou nordestinas ou os gramados catarinenses, há exatos 11 anos (em 25 de outubro de 2008) o futebol americano nacional teve um marco importante para tornar-se o boom de times como o conhecemos hoje. Em Curitiba, os já rivais Curitiba Brown Spiders (hoje Brown Spiders) e Barigui Crocodiles (hoje Coritiba Crocodiles) resolveram elevar um pouco mais rivalidade e – com muito esforço – conseguiram equipamentos para jogar o primeiro jogo de futebol americano propriamente dito do Brasil.

Se a vitória por 33 a 10 foi importante para manter a então hegemonia do Brown Spiders sobre o Crocodiles, foi vital para elevar os ânimos de todos os amantes do esporte no Brasil a acreditar que, aquilo que viam na ESPN era algo que poderia ser jogado por todos.

De lá para cá, o Brasil já teve vários campeonatos nacionais e estaduais, e hoje começa a ver uma proliferação muito bem vinda de campeonatos microrregionais, que estão levando o futebol americano para os mais longínquos confins dos interiores nacionais.

> Confira o destaque da Gazeta do Povo para a partida

A história da hashtag

A hashtag, o #FABR que você vê no dia 25 de outubro sendo compartilhada pelas redes sociais, foi uma ideia do Salão Oval para criar um senso de unidade e de divulgação em torno do futebol americano nacional. E deu certo (mas não deixe de continuar compartilhando!).

Saiba mais sobre o primeiro jogo de futebol americano totalmente equipado do Brasil em nosso canal do Youtube

COMPARTILHAR
Artigo anteriorArsenal derrota Hornets e conquista “estadual”
Próximo artigoLeões e Predadores jogam pela última vaga dos playoffs
Avatar
Editor-chefe do Salão Oval, maior plataforma de mídias destinada ao FABR, Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League (Campeonato Inglês de Futebol). Realizei coberturas nacionais pelas cinco regiões do Brasil e também nos EUA (Mundial de Ohio) e Perú (1º Torneio Guerrero de Los Andes), sempre acompanhando o futebol americano nacional de perto. Narrador e comentarista para o futebol americano nacional em diversas ocasiões (BandSports, Fox Sports e Globo Esporte.com), fui também jogador da Lusa Lions (flag 2008) e do Corinthians Steamrollers (2009 a 2012).

4 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here