Sem reforço Americano, Arsenal visita Coyotes

0
116
O Cuiabá Arsenal busca sua segunda vitória na Liga BFA 2019 Foto: Junior Martins

Os clubes mais antigos do futebol americano de Mato Grosso, o Cuiabá Arsenal (criado em 2006) e o Sinop Coyotes (em 2008) se enfrentarão duas vezes nos próximos 20 dias, ambas as vezes em partidas válidas pela 1ª fase do Brasileiro de Futebol Americano (série A), e proporcionarão o verdadeiro clássico da bola oval do estado, nos dias 18 de agosto, em Sinop, e 1° de setembro, em Cuiabá.

O Cuiabá Arsenal tem escore de duas partidas e uma vitória nesta fase inicial do Brasileiro 2019. Estreou com derrota para o Sorriso Hornets por 16 a 3 e depois venceu o Rondonópolis Hawks, num confronto chamado de ‘Batalha Laguna’, por 35 a 32. E o Sinop Coyotes está com duas derrotas. Primeiro perdeu para o Hawks por placar de 33 a 45 e depois perdeu para o Hornets por 20 a 31.

“Nós sempre estamos a tentar evoluir fisicamente e mentalmente e isso não será diferente para esta partida. Confio que nossos jogadores estão preparados para contribuir e acredito que vamos jogar melhor do que nos dois primeiros jogos do campeonato. Estamos preparados para uma guerra campal e tentaremos sair na frente já no início do confronto”, avalia o treinador principal, Thomas Kudyba.

Reforço fora da temporada

Kent Lee McDonald está fora da temporada 2019. O estadunidense nascido em Salina (Kansas – EUA), de 28 anos, 1,92m de altura e 92kg, fraturou a cabeça do rádio esquerdo do cotovelo na ‘Batalha Laguna’, a qual o Cuiabá Arsenal venceu o Rondonópolis Hawks por placar de 35 a 32. E agora fará uma cirurgia para corrigir a lesão e depois passará alguns meses em recuperação.

Composição

O Cuiabá Arsenal teve o nome criado em 2006, fez o primeiro amistoso de sua história em junho daquele ano, mas sua pré-história começou em 2002, quando um grupo de amigos praticou futebol americano pela primeira vez em Cuiabá. E, de lá para cá, competiu em todos os onze anos de Campeonato Brasileiro, desde 2009 (Touchdown), 2010 (LBFA), 2012 (CBFA) até os atuais 2019 (Liga BFA).

O Sinop Coyotes se formou no ano de 2008, se tornou a segunda equipe nascida no Estado e a primeira no interior mato-grossense. Enfrentou o Cuiabá Arsenal pela primeira vez em 2010, num amistoso com vitória do Arsenal por placar de 38 a seis. E, daquela época, já tiveram o total de 14 jogos, sendo que o Arsenal venceu 11 e perdeu três. O Sinop venceu dois amistosos e um jogo de estadual.

“O Coyotes sempre jogou duro com o Arsenal. Jogam com muita raça. Eles têm perigosos jogadores no ataque e tem o passe como ponto forte. Além de boas corridas com o QB. E nós queremos gerar dificuldades para o jogo aéreo deles. Se conseguirmos deixá-los em situações ruins nos passes, podemos ficar com a vantagem”, comenta o capitão da defesa do Cuiabá Arsenal, Igor Mota.

Comemorando o cenário matogrossense

Com todos os jogos emocionantes e até agora com muitos pontos, o Grupo Oeste da Conferência Centro-Oeste tem empolgado a Liga BFA. E isso não é diferente para o head coach do Sinop Coyotes, Felipe Karsten: “Com toda certeza, o futebol americano no Mato Grosso ao meu ver é um dos mais equilibrados do País. Não temos um “franco favorito”,  todos os times se encontram em um bom nível de jogo. E isso é bom para os times e para o esporte, trazendo boas rivalidades e jogos emocionantes”, resumiu.

Com assessoria Cuiabá Arsenal / Junior Martins

Serviço – Sinop Coyotes x Cuiabá Arsenal – Liga BFA 2019

Quando: Domingo, 18 de agsosto, às 17h

Onde: Estádio Municipal Massami Uriu – ‘Gigante do Norte’, em Sinop

Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia)

COMPARTILHAR
Artigo anteriorBlack Hawks assume favoritismo diante do Breakers
Próximo artigoCom identidade visual renovada, Hawks enfrenta o invicto Hornets
Avatar
Editor-chefe do Salão Oval, maior plataforma de mídias destinada ao FABR, Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League (Campeonato Inglês de Futebol). Realizei coberturas nacionais pelas cinco regiões do Brasil e também nos EUA (Mundial de Ohio) e Perú (1º Torneio Guerrero de Los Andes), sempre acompanhando o futebol americano nacional de perto. Narrador e comentarista para o futebol americano nacional em diversas ocasiões (BandSports, Fox Sports e Globo Esporte.com), fui também jogador da Lusa Lions (flag 2008) e do Corinthians Steamrollers (2009 a 2012).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here