Com três viradas e em um kickoff, Hawks vence Hornets pela primeira vez

4
998
O americano Travion Fletcher foi um dos destaques do jogo, com dois touchdowns marcados. Foto: Junior Martins

Depois de cinco derrotas em campo (sem contar uma vitória por W.O.) seguidas para o Sorriso Hornets, o Rondonópolis Hawks finalmente teve a oportunidade de bater o rival mato-grossense, pela primeira vez em sua história. Jogando em casa, em seu terceiro confronto pela BFA 2019, o time dos Hawks quase deixou o feito escapar, mas por 25 a 22, enfim conseguiu sua primeira conquista frente aos sorrisense.

O jogo

No primeiro quarto, só as defesas apareceram, com destaque para o setor do time de Sorriso, que além de um tackle for loss, forçou um punt sackando o quarterback Matheus Barozzi.

Já no meio do segundo período, os ataques foram mais bem sucedidos. Mesmo depois de também sofrer um sack, no início do segundo quarto, o quarterback Edilson Kovaleski voltou a campo e com passe em direção a Diego Luiz de Oliveira, inaugurou o placar. Ponto-extra convertido por Marcos Lodi: 7 a 0.

Os rondonopolitanos não perderam tempo e logo na sequencia encostaram no placar, com conexão entre Barozzi e o americano Travion Fletcher. Na conversão, o chute acabou sendo bloqueado, mantendo os Hornets na vantagem: 7 a 6.

Após um turnover on downs, o ataque mandante ainda voltou a campo no segundo quarto, chegando a 30 jardas no campo de ataque. Porém Barozzi, buscando a redzone, teve um passe interceptado, levando o jogo para o intervalo.

No terceiro quarto, os Hornets começaram atacando. Depois de conseguirem três first downs na campanha, as abelhas chegaram a 34 jardas da endzone. Assim como os Hawks, todo o avanço acabou sendo frustado por um turnover, agora com um fumble forçado e recuperado pelos donos da casa.

De volta ao ataque, um snap dos Hawks saindo baixo. O que poderia render mais uma perda de posse, acabou se transformando em mais um touchdown, com o próprio quarterback Barozzi, percorrendo metade do campo até a endzone. Novamente o chute acabou sendo bloqueado, mas o que não impediu os Hawks de chegar a frente do placar. 12 a 07.

Com a defesa dando conta do recado, os Hawks logo retornaram com seu setor ofensivo. Beneficiado por faltas do adversário, Barozzi resolver novamente a campanha com as próprias pernas, anotando seu segundo touchdown corrido no jogo. 18 a 7 após conversão de dois pontos bem sucedida.

No último quarto, depois de uma efetiva conversão de quarta decida, os Hornets logo voltaram a encostar no placar. Screen pass de Kovaleski para touchdown. Na conversão, o time do sorriso também foi para os dois pontos, conquistados com sucesso. 18 a 15.

Mesmo com a vantagem no marcador e o cronômetro correndo, os Hawks tomaram a decisão de continuar investindo no jogo aéreo, o que por muito pouco não custou a inédita vitória. Primeiro com uma interceptação em segunda decida, a 33 jardas da endzone. Pouco tempo depois, agora em uma quarta decida a poucas jardas do touchdown, Terrence Bailey, linebacker do Hornets, fica com a bola. Mas desta vez, o americano não para por aí e cruza o campo até a goal line do outro lado. Pick six e conversão de ponto extra em mais uma virada na partida. 22 a 18 para os Hornets.

Mas o dia era dos Hawks e em um longo retorno de kickoff, Fletcher escapou de todos os seus adversários, fez um zigue-zague ainda em campo de defesa, arrancou pela esquerda e ligou a quarta marcha até a endzone. O kicker de Rondonópolis botou a bola para dentro do Y. Fim de jogo: 25 a 22.

Próximos jogos

Com a vitória direta para cima do Sorriso Hornets, os Hawks assumem provisoriamente a primeira colocação da divisão Oeste. Logo em seguida, aparece o time de Sorriso, também com duas vitórias. Neste domingo, Cuiabá Arsenal e Sinop Coyotes encerram a primeira metade da tabela.

Logo na quarta rodada, Hornets e Hawks jogam pela revanche, agora em território sorrisense. A partida acontece na última semana de outubro.

> Confira mais sobre a Conferência Centro-Oeste em nossa página especial

4 COMENTÁRIOS

  1. Boa noite,

    No início do quarto parágrafo esta escrito “Os Rondonienses”. Na verdade o correto é “Rondonopolitano”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here