Drew Banks chega para reforçar o desafiante Bulls

2
302
Depois de estrear pelo FABR no Recife Mariners á mais de 5 anos atrás, agora o americano reforça um dos grandes rivais dos recifenses, o Bulls Potiguares.

Velho conhecido do FABR, Drew Banks é uma aposta certa dos times nacionais para elevar seus níveis técnicos. Foi assim no Gladiators, no Mariners, no Crocodiles e agora no Bulls Potiguares.

O time de Natal vem em um crescente técnico e a chega de Drew credencia ainda mais o Bulls a aspirar um lugar na final da Conferência Nordeste.

Confira a entrevista exclusiva com o novo quarterback do Bulls:

Salão Oval: Drew, este já é o seu quarto time no Brasil, certo? Como você avalia o crescimento do esporte de quando você chegou com agora?

Drew Banks: O esporte cresceu bastante desde 2012. Era uma brincadeira quando eu tava aqui. Ninguém assistia vídeo. Ninguém planejou direito. Hoje em dia é sério o negócio. Pessoas treinam pra melhorar. Pra fortalecer pra ter resultados melhores. Na minha opinião, a cada ano cresce mais o futebol americano aqui.

Salão Oval: Por que o Bulls e não outros times que fizeram propostas? O que te atraiu no time de Natal?

Drew Banks: Escolhi o Bulls por 3 Motivos: primerio, o clima. Queria sair de frio e chuva do Sul e voltar pra praia e calor; segundo, coach Heitor. Conversei bastante com ele e ele parece que tem a mesma cabeça que eu. Ele é organizado e leva as coisas a sério. Não tá brincando não. Acho que ele é uma pessoa que está ajudando o esporte crescer aqui no Brasil; e terceiro, o ataque deles. É bem aberto. Bem parecido com as coisas que coloquei em Curitiba. É um ataque que é bom para mim.

Salão Oval: Você criou uma rivalidade tanto com o Espectros, no Nordeste, quanto com o time que hoje é o Galo, por vários momentos decisivos. Se pudesse escolher um time para jogar a final e vencer, qual dos dois seria?

Drew Banks: (risos) Pra ganhar de qualquer time na final seria ótimo. Não tenho preferência. To aqui pra ajudar o esporte a crescer. Tenho muitos amigos no Espectros e também no Galo. Sempre respeito eles e jogar contra vai ser um ótimo jogo e limpo. É isso que eu mais gosto.

Salão Oval: Você fala português fluente e até com vários sotaques. O que você mais gosta do Brasil?

Drew Banks: Eu gosto mais do pessoal aqui. A animação. O amor que vocês têm pela vida que me traz de volta pra cá. Quase nunca fico triste nem bravo aqui.

> Confira a prévia do jogo entre Bulls Potiguares e Recife Mariners

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here