Challengers retorna à elite derrotando Storm em Ribeirão

3
323
Challengers derrota Storm e permanece invicto: já são 16 partidas sem derrota Imagem: Reprodução de live do Facebook do Ribeirão Preto Challengers

Depois de estar na divisão de acesso em 2017 e 2018 (quando foi campeão da Liga Nacional), o Ribeirão Preto Challengers retornou à elite do futebol americano nacional com uma boa vitória sobre o também paulista e tradicional São Paulo Storm. A vitória por 23 a 15 foi obtida em casa e marcou o 14º jogo de invencibilidade do Challengers.

O jogo

O Challengers abriu o placar em uma campanha longa, no primeiro quarto. Chegando à goal line, o time usou uma read option e o quarterback Miguel entrou na redzone para abrir o placar. Com o ponto-extra convertido, o placar foi a 7 a 0.

No segundo quarto, o Challengers não protegeu a bola e sofreu um fumble ainda no campo de defesa. Já na redzone, o Storm avançou até a goal line, onde cometeu uma saída falsa. Sem sucesso na terceira descida, o Storm resolveu arriscar e o quarterback Nicholas Lobo não teve sucesso no passe e a bola voltou para os donos da casa.

Pressionado na endzone, o quarterback Miguel cometeu um intentional grounding, cedendo um safety para o Storm: 7 a 2 para o Challengers.

No retorno, Kinho correu de forma espetacular, para deixar o Storm em nova boa posição de campo, na jarda 21 de ataque. Em uma conduta antidesportiva, Giamas foi ejetado da partida. Finex assumiu a posição e correu para a endzone, virando para o Storm: com o extra-point confirmado, 9 a 7 no placar.

O Challengers tentou reagir já dentro dos dois minutos finais antes do intervalo. Em boa parceria entre o quarterback Miguel e o wide-receiver Festuccia, os anfitriões chegaram à goal line. Miguel conectou rapidamente com o tight-end Lysandro e o Challengers retomou à ponta do placar (sem ponto-extra): 13 a 9.

No terceiro quarto, a defesa da casa pressionou o ataque do Storm e forçou um fumble. Em longa campanha explorando as corridas de Tortorello, o Challengers chegou ao ataque, mas não à endzone. Festuccia, que faz também às vezes kicker e foi jogador profissional de futebol, conseguiu converter um field goal de 47 jardas para ampliar: 16 a 9 para o Challengers.

No último quarto, o Storm acabou sendo interceptado e o Challengers começou a ofensiva no jarda 25 do campo de ataque. Com um option com Tortorello, Miguel posicionou o Challengers na goal line. Após fumble sofrido em reverse na quarta descida, o próprio Miguel recuperou a bola e levou para a endzone: Festuccia fez o ponto-extra e o placar foi para 23 a 9. No minuto final, o Storm conseguiu ainda descontar em passe rápido de Nicholas para o wide-receiver Muringa. Os paulistanos foram para uma conversão de dois pontos, sem sucesso. Na sequência, o onside kick também não foi bem executado e o placar final ficou em 23 a 15 para o Challengers.

O que vem por aí?

A vitória foi importante para o Challengers, que fará o jogo dos invictos contra o campeão mineiro e brasileiro Galo FA, em casa no dia 10 de agosto. Já o Storm tentará a recuperação em casa contra o campeão carioca, o Vasco Almirantes.

> Saiba mais sobre a Conferência Sudeste da Liga BFA em nossa página especial

COMPARTILHAR
Artigo anteriorPortuguesa bate Corinthians em jogo disputado no Canindé
Próximo artigoEm jogo movimentado, Hornets supera Coyotes
Avatar
Editor-chefe do Salão Oval, maior plataforma de mídias destinada ao FABR, Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League (Campeonato Inglês de Futebol). Realizei coberturas nacionais pelas cinco regiões do Brasil e também nos EUA (Mundial de Ohio) e Perú (1º Torneio Guerrero de Los Andes), sempre acompanhando o futebol americano nacional de perto. Narrador e comentarista para o futebol americano nacional em diversas ocasiões (BandSports, Fox Sports e Globo Esporte.com), fui também jogador da Lusa Lions (flag 2008) e do Corinthians Steamrollers (2009 a 2012).

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here