Romário brilha e leva Rex ao quinto SC Bowl seguido

3
292
O cearense Romário Reis tomou de vez a titularidade no Rex e brilhou na semifinal do Catarinense Foto: T-Rex

Um dos maiores clássicos do FABR aconteceu na semifinal do Campeonato Catarinense e, pela 11ª vez na história, o T-Rex derrotou o Jaraguá Breakers, que no confronto geral tem apenas três triunfos. A estrela da partida que garantiu a chegada do Rex ao SC Bowl XIV foi o quarterback cearense Romário Reis, que assumiu de vez a titularidade da equipe e foi touchdowns e plásticos lances na vitória por 38 a 00 em Timbó.

O jogo

O Breakers teve dificuldades em sua primeira campanha e não teve sucesso na busca da primeira descida. O Rex, ao contrário, conectou um lindo passe de 50 jardas de Romário Reis para Clair José, deixando o time já na jarda 25 de ataque. A defesa do Breakers conseguiu parar as conexões do quarterback Romário e o kicker Diego Boddenberg veio a campo para converter o field goal, que colocou o 3 a 0 para os donos da casa.

Sem efetividade no ataque, o Breakers não conseguia fazer seu ataque avancar, ao contrário do Rex. Na goal line, Romário concertou um snap alto e só entregou a bola para Paulo “Sabonete”, que ainda escorregou antes de entrar na endzone, mas garantiu o touchdown: com o chute de Boddenberg, o placar foi a 10 a 0 para o Rex.

O Rex continuou no mesmo ritmo e Karl Henrry teve um touchdown anulado por ter pisado fora antes de chegar à endzone. Após sack em Romário Reis, o Rex fez um wildcat com Clair José, que correu seis jardas para ampliar. Boddenberg fez mais um e ampliou para 17 a 0.

Simplesmente imparável, Romário Reis fez um lindo passe de 40 jardas para o wide-receiver Arthur Barcellos, com Boddenberg garantindo o 24 a 00 para o Rex antes do intervalo.

O terceiro quarto trouxe mais do mesmo, com o Rex espalhando seus bloqueadores para abrir um ótimo caminho para Bruno Francisconi correr 35 jardas até a endzone. Boddenberg acertou mais um – 31 a 00 Rex.

De volta ao ataque, Romário fez mais um lindo passe para Lucas Pereira, deixando o Rex na jarda 2 do ataque. Depois de duas boas jogadas da defesa do Breakers, ele mesmo, Romário, correu para fazer mais um touchdown. Automático, Boddenberg garantiu o ponto-extra: 38 a 00.

Com a mercy rule em ação, o último quarto veio com novidade no comando de ataque do Rex, saindo Romário para a entrada de Guilherme Guimarães, que foi interceptado por Serpa em sua primeira campanha.

Em sua melhor jogada na partida, o Breakers conseguiu um excelente fake punt na corrida de 25 jardas do polivalente presidente Everton Gnewuch. Sem tempo, com o relógio correndo, a partida chegou ao final com o placar intalterado: 38 a 00 para o Rex.

O que vem por aí

O Rex chega a sua quinta final seguida de Campeonato Catarinense, onde busca o literal pentacampeonato. O time de Timbó, favorito, espera a definição da outra semifinal, que acontece neste domingo (19) entre Istepôs e Black Hawks.

> Saiba mais sobre o Campeonato Catarinense em nossa página especial

COMPARTILHAR
Artigo anteriorAgenda FABR – 18 e 19 de Maio
Próximo artigoBulldogs derrota Gorillas e chega à inédita final do Gaúchão
Avatar
Editor-chefe do Salão Oval, maior plataforma de mídias destinada ao FABR, Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League (Campeonato Inglês de Futebol). Realizei coberturas nacionais pelas cinco regiões do Brasil e também nos EUA (Mundial de Ohio) e Perú (1º Torneio Guerrero de Los Andes), sempre acompanhando o futebol americano nacional de perto. Narrador e comentarista para o futebol americano nacional em diversas ocasiões (BandSports, Fox Sports e Globo Esporte.com), fui também jogador da Lusa Lions (flag 2008) e do Corinthians Steamrollers (2009 a 2012).

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here