Gladiadores derrota Bulldogs e fica com o título do Gerais Bowl

3
155
Comemoração do Univás Gladiadores, campeão do Gerais Bowl Foto: Victor Francisco / Salão Oval

Uma fórmula de campeonato estadual diferente coroada com uma grande final, de bom nível técnico, e que leva tanto o vencedor quanto do derrotado para a semifinal geral com o moral elevado. A Federação Mineira (FEMFA) bolou uma primeira fase do Mineiro com cinco equipes e Univás Gladiadores e Betim Bulldogs foram os finalistas do Gerais Bowl.

Na partida realizada neste domingo (5), no estádio Manduzão, em Pouso Alegre, o público foi agraciado com uma disputa acirrada até o fim. Mesmo sempre na frente do placar, o Univás Gladiadores teve o seu primeiro título ameaçado por um aguerrido Betim Bulldogs, comandado pelo quarterback Erick de Paula, um dos mais interessantes prospectos nacionais da posição.

Com o placar de 28 a 18, o Gladiadores conquistou o seu primeiro título na história e irá encarar, na semifinal, o América Locomotiva, atual vice-campeão mineiro. Para o Bulldogs restou a tarefa quase impossível de tentar derrotar o campeão estadual e nacional invicto, o Galo Futebol Americano, para chegar ao Minas Bowl. A final do estadual, marcada para o final de semana do dia 1 e 2 de junho, será transmitida pelo BandSports direto do Estádio Independência.

O jogo

A partida começou com uma excelente campanha do Betim Bulldogs, capitaneada pelo quarterback Erick, que conseguiu ótimas primeiras decidas com as próprias pernas. Mas na linha de gol, a defesa do time de Pouso Alegre foi tão eficiente que bloqueou o field goal dos visitantes e Lucas Almeida correu 98 jardas para abrir o marcador: 6 a 0 Gladiadores. O eficiente kicker/wide-receiver Tiago Souza garantiu o 7 a 0.

Ainda no primeiro quarto, o Gladiadores ampliou após boa campanha liderada pelo veterano americano KC Frost. Na linha de gol, seu passe foi desviado e ficou pipocando nas mãos de defensores e recebedores, até que que Hugo Henrique ficou com ela – mais um ponto-extra de Tiago convertido e 14 a 0 para o Gladiadores.

Hugo Henrique comemora touchdown direto para as lentes de Chiarini Jr.
Foto: Chiarini Jr.

O tempo pressionava o Betim Bulldogs, que mesmo assim, reagiu. Dentro dos dois minutos finais do segundo quarto, o time marcou dois touchdowns com a ponte-aérea Erick e Douglas Ribeiro – após o primeiro, o Bulldogs ainda interceptou KC Frost para fazer o segundo. As pontuações-extras, no entanto, não foram convertidas (um ponto-extra e uma tentativa de conversão de dois pontos) e o placar do primeiro tempo foi de 14 a 12 Gladiadores.

Na segunda etapa, o nervosismo levou os times a cometerem mais faltas, deixando o jogo mais parado. Mesmo assim, o Gladiadores foi mais efetivo e chegou à endzone duas vezes ainda no terceiro quarto – na primeira delas, em passe de KC para o Hugo Henrique, que avançou até a endzone, e na segunda, no destaque da partida no período, o running back Matheus Ramos. Com mais dois pontos-extras convertidos por Tiago, o Gladiadores chegou a 28 a 12.

O último período foi de muita luta para o Betim Bulldogs, que apostou em corridas do quarterback Erick e dos running backs Davi e Terranova para chegar até a redzone. Lá, foi a vez de Douglas e Erick inverterem os papeis e o quarterback receber passe para diminuir para 28 a 18.

Com uma tentativa de onside kick que não foi bem sucedida, o Bulldogs viu o Gladiadores gastar o relógio até finalmente poder ajoelhar para erguer o título de campeão do Gerais Bowl.

Inscreva-se em nosso Youtube e confira entrevista com o head coach Felipe Neves

O que vem por aí

Terminada a primeira fase do Campeonato Mineiro, os times avançaram para as semifinais, onde o América Locomotiva aguardava o campeão do Gerais Bowl (Univás Gladiadores) e o Galo FA ao vice-campeão (Betim Bulldogs).

> Saiba mais sobre o Campeonato Mineiro em nossa página especial

COMPARTILHAR
Artigo anteriorInvicto, Storm derrota Lizards e garante vaga nos playoffs
Próximo artigoBulls vence Petroleiros e abre vantagem no Potiguar
Avatar
Editor-chefe do Salão Oval, maior plataforma de mídias destinada ao FABR, Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League (Campeonato Inglês de Futebol). Realizei coberturas nacionais pelas cinco regiões do Brasil e também nos EUA (Mundial de Ohio) e Perú (1º Torneio Guerrero de Los Andes), sempre acompanhando o futebol americano nacional de perto. Narrador e comentarista para o futebol americano nacional em diversas ocasiões (BandSports, Fox Sports e Globo Esporte.com), fui também jogador da Lusa Lions (flag 2008) e do Corinthians Steamrollers (2009 a 2012).

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here