Duzão faz história e entra para a NFL

0
1575
Mesmo fruto de um esporte amador no Brasil, Duzão atinge a excelência e chega ao ápice do futebol americano: a NFL Arte: Cesar Freitas / Salão Oval

Durval Queiroz Neto, ou simplesmente Duzão para os íntimos, acaba de levar o futebol americano praticado no Brasil a um feito histórico. Pela primeira vez, um jogador consegue chegar à liga mais forte de futebol americano do mundo, a National Futebol League (ou NFL, para os íntimos), saído dos ainda amadores gramados brasileiros, por onde a bola oval ainda briga, e muito, para voar.

“Vai ser muito bom para o País, para as crianças. “Não é uma vitória só minha. Se essa molecada do FABR achar que eu sou um espelho, ver que eu sou igual a eles e consegui, eles podem seguir meus passos. Aqui nos EUA, vejo que os jogadores são iguais a nós, mas a grande diferença é o treinamento, a técnica. O Brasil tem atletas, potencial, mas precisamos de um treinamento especializado”, declarou o jogador com exclusividade ao Salão Oval.

Além de fazer história por ser o primeiro brasileiro a sair do FABR e chegar na NFL, Duzão ainda fez excelentes tempos em todos os seus testes (drills), feitos no centro de treinamento do Tampa Bay Bucanners. Em um deles, o 3 cone drill, o tempo de 7,04 segundos foi o melhor de um defensive tackle em testes para a liga em 19 anos. “Foi o melhor tempo esse ano, contando com o NFL combine 2019”, declarou Duzão para o Salão Oval.

Duzão faz 7,04 no 3 cone drill – o melhor tempo em testes da NFL em 19 anos.
Foto: NFL

Em qual time Duzão irá jogar?

Duzão foi escolhido pelo Miami Dolphins e agora participará do training camp com os demais jogadores para tentar uma vaga no roster final da equipe para a temporada 2019/20 da NFL.

Do lado do olheiro da NFL

O desenvolvimento de Duzão foi feito e acompanhado de perto por Ken Joshen, seu head coach no Cuiabá Arsenal de 2015 a 2017, e responsável pela ida do defensive tackle para treinamentos nos EUA em 2018. A curta participação de Duzão no Galo FA no ano passado foi interrompida pela chance de participar do programa NFL Undiscovered. “É muito difícil para mim não fazer o que mais gosto – jogar – mas sei que é importante não só individualmente, mas para todos os jogadores brasileiros”, declarou Duzão ainda em agosto de 2018, para o Salão Oval.

> Duzão concorre a chance de jogar na NFL

> O caminho de umbrasileiro na NFL passa por ele

Confira o hangout com Ken Joshen em 2017 (a partir do minuto 37, conversamos especificamente sobre a possibilidade de Duzão fazer testes na NFL)

COMPARTILHAR
Artigo anteriorPlacar FABR – 6 e 7 de Abril
Próximo artigoTidus: “Somos um programa esportivo orientado pelo processo”
Avatar
Editor-chefe do Salão Oval, maior plataforma de mídias destinada ao FABR, Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League (Campeonato Inglês de Futebol). Realizei coberturas nacionais pelas cinco regiões do Brasil e também nos EUA (Mundial de Ohio) e Perú (1º Torneio Guerrero de Los Andes), sempre acompanhando o futebol americano nacional de perto. Narrador e comentarista para o futebol americano nacional em diversas ocasiões (BandSports, Fox Sports e Globo Esporte.com), fui também jogador da Lusa Lions (flag 2008) e do Corinthians Steamrollers (2009 a 2012).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here