Pernambucanos Carrancas e Pirates fazem final da Liga Nordeste

0
299
O Santa Cruz Pirates espera fazer a sua última partida na Liga Nordeste - mas para isso, terá que vencer a final fora de casa contra o implacável Carrancas FA Foto: Santa Cruz Pirates

Pernambuco voltará a ter dois times na Conferência Nordeste da BFA em 2019. Mas o que pode ser diferente é que as duas equipes podem não ser da capital e sim o Recife Mariners e o Carrancas FA, uma das maiores surpresas do futebol americano neste ano.

Quem não quer que esta novidade seja real é o Santa Cruz Pirates. O tradicional time de Recife foi rebaixado para a Liga Nordeste no ano passado e quer voltar o quanto antes para o seu lugar de costume. Para isso, terá que ir até Petrolina e encarar o melhor ataque da competição: foram 145 pontos, somando a fase regular e a semifinal. Confira abaixo como foram as semifinais.

Santa Cruz Pirates x Caruaru Wolves

O Pirates, que neste ano firmou parceria com o gigante pernambucano do futebol Santa Cruz, já encarou outro pernambucano agora na semifinal – o Caruaru Wolves. A partida foi bastante disputada e o time da capital só conseguiu a virada no final. O jogo foi disputado no último domingo, em Olinda.

O jogo começou com o Pirates na frente, com um 2 a 0 através de um safety após um bad snap do Wolves. Os visitantes viraram no passe de Ewerton “Caveira” para Ítalo Felix – com o ponto-extra convertido por Jefersson Kosso, o placar foi a 7 a 2.

O Pirates virou com o touchdown corrido do destacado quarterback Vinícius Elihimas e o ponto-extra de Felipe Coelho. O kicker Jefferson Kosso recolocou o Wolves na frente com um field goal – 10 a 9 para os visitantes.

A virada que garantiu o Pirates na final da Liga Nordeste no dia 8 de dezembro em Petrolina veio também através de um field goal. Faltando quatro minutos para o final, Felipe Coelho colocou a bola no meio do “Y” e decretou o placar final – 12 a 10 Santa Cruz Pirates.

Carrancas FA x Maceió Marechais

O Carrancas foi o melhor time da Liga Nordeste 2018, conquistando o seed 1 da fase regular e com o melhor ataque da competição.
Foto: Tiara Melo

O Maceió Marechais foi vice-campeão das duas últimas edições da Liga Nordeste, sendo derrotado por Tropa Campina e Natal Scorpions. O time de Alagoas queria voltar à final para poder finalmente alcançar a elite do futebol americano nordestino, mas acabou ficando um passo antes de poder ter a chance de atingir essa meta.

Tudo graças ao surpreendente Carrancas FA, que soube soube revelar talentos como o retornador Gil e ainda trouxe reforços de peso, como o defensive back Raynner Araújo (ex-Mariners) e os americanos Leach Jr. e Jeremy Jr.

Diferente da disputada partida da outra semifinal, o Carrancas não deu chances aos visitantes, vencendo por 45 a 6. Os touchdowns foram de João Victor (wide-receiver, com passe do americano Jeremy Jr., quarterback), Gustavo (running back, em corrida de 80 jardas), Raynner (em pick-six) e Leach Junior (em novo passe de Jeremy).

O placar foi completado no segundo tempo, com uma corrida do wide-receiver João, improvisado como quarterback após leve lesão de Jeremy, e um passe para o running back Lohan, que avançou 30 jarda para marcar o último touchdown do jogo. Para completar o placar, o kicker Silveira acertou um field goal, assim como houvera feito todos os pontos-extra.

Final da Liga Nordeste – encontro de invictos

Como foi o seed 1 da fase regular por conta da força de tabela, o Carrancas será o mandante da final. A decisão será no dia 8 de dezembro, em campo a ser definido em Petrolina. O vencedor da partida tomará o lugar do Tropa Campina, que realizou a pior campanha na BFA 2018 e estará na Liga Nordeste no ano que vem.

> Saiba mais sobre a Liga Nordeste 2018 em nossa página especial

COMPARTILHAR
Artigo anteriorNa Liga Nacional, Caião e Dariel acreditam na convocação
Próximo artigoHangout: O que vem por aí em 2019 – nacionais, Mundial e muito mais
Avatar
Editor-chefe do Salão Oval, maior plataforma de mídias destinada ao FABR, Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League (Campeonato Inglês de Futebol). Realizei coberturas nacionais pelas cinco regiões do Brasil e também nos EUA (Mundial de Ohio) e Perú (1º Torneio Guerrero de Los Andes), sempre acompanhando o futebol americano nacional de perto. Narrador e comentarista para o futebol americano nacional em diversas ocasiões (BandSports, Fox Sports e Globo Esporte.com), fui também jogador da Lusa Lions (flag 2008) e do Corinthians Steamrollers (2009 a 2012).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here