Botafogo derrota Storm e pega o Galo nos playoffs

1
339
Foto: Esporte Dinâmico

A Rua Bariri, onde fica o estádio do Olaria AC, foi palco de mais uma rodada dupla da BFA 2018, neste sábado (20). Pela manhã, o Tritões derrotou o Flamengo em partida de pouco efeito para a classificação.

À tarde, o Botafogo Reptiles recebeu o já eliminado São Paulo Storm. Ao fim, com uma atuação primorosa tanto de seu ataque quanto de sua defesa, o Reptiles levou a melhor por 29 a 00 e garantiu a classificação para a próxima fase (devido à combinação dos outros resultados do dia).

O jogo

Assim como em 2017, o São Paulo Storm entrou em campo em seu último jogo da temporada regular sem chances de avançar aos playoffs, mas podendo eliminar seu adversário da disputa.

Porém diferente do ano passado, o time paulista começou a partida sob total domínio de seu oponente. Depois de começar com um three-and-out, a defesa do Storm não conseguiu segurar a primeira campanha adversária. Em jogada terrestre, Rodrigo Cerqueira “Pacquiao” recebeu a bola em um toss de Mamão, acelerou pela esquerda se livrou de um tackles e depois de correr 30 jardas chega à endzone para o primeiro touchdown do jogo. T-White acertou o ponto extra colocando 7 a 0 no placar.

Na campanha seguinte, a defesa botafoguense continuou impedindo o Storm de conquistar jardas e logo no primeiro snap, Finex tentou uma corrida lateral, mas acabou soltando a bola, recuperada pelo Botafogo, no primeiro fumble da partida.

No segundo quarto, os cariocas emendaram outra campanha produtiva, chegando próxima à redzone. Porém, em um snap alto, a bola encobriu o quarterback e depois uma confusão, foi parar no campo de defesa do Botafogo, mas recuperado pelo Storm.

Sem pontuações dos visitantes, o time encabeçado por Mamão voltou a campo e não demorou muito para a redenção de sua linha ofensiva. À 42 jardas da goal line, o running back Léo Moura recebeu o handoff, aproveitou os gaps abertos pela sua OL e cruzou a redzone até o touchdown. Chute certeiro de T-White e 14 a 00.

Antes do intervalo, o Reptiles teve a chance de ampliar o placar depois de conexão entre Mamão e Cláudio Goeller, mas um segurada de um jogador de linha ofensiva anulou o touchdown e afastou o time da endzone.

Não contente com o início de jogo, o time paulista decidiu surpreender os donos da casa com um onside-kick ao início do segundo tempo. O lance inesperado foi bem executado pelo time de especialistas da tempestade, dando a posse ao time do Storm. No entanto, a boa posição de campo não foi suficiente e não demorou muito e o Storm se viu obrigado a chutar mais um punt.

O mesmo se repetiu na campanha seguinte dos paulistanos, de costas para parede, o time não conseguiu um first down e foi para o punt. Porém antes do chute de devolução, o long snapper colocou força demais na bola, que acabou saindo de campo, dando dois pontos à mais ao Botafogo. Safety e 16 a 00 no marcador.

Se o ataque paulistano não vingava, pelo menos a defesa do Storm teve seus momentos. Depois de conseguir dois sacks, a linha defensiva conseguiu desviar um passe de Mamão, o linebacker estava ligado e realizou a primeira interceptação do jogo.

Já no último quarto, depois de um turnover-on-downs, os botafoguenses voltaram a pontuar. Passe curto entre Mamão e Marcelo Bruno para o primeiro touchdown aéreo do time. Outro ponto extra convertido por T-White. 23 a 00.

Pra fechar o placar, o safety Pedro Eyer foi mais rápido que o recebedor adversário, interceptou o passe do quarterback Nickolas Lobo e cruzou o campo livre para concluir a pick six. Na conversão o time ainda tentou dois pontos a mais, mas sem sucesso.

Playoffs

Playoffs

Com a derrota do Vasco para o Galo, três times ficaram com campanhas 4-2. Na Conferência Sudeste, as quatro vagas são definidas da seguinte maneira: os dois primeiros de cada grupo (Grupo Oeste – Galo FA; Grupo Leste – Tritões FA) e mais as outras duas melhores campanhas, independente de grupos.

Como Portuguesa FA (Grupo Oeste), América Locomotiva e Botafogo Reptiles (Grupo Leste) terminaram com campanha 4-2, o critério desempate seguinte é a força de tabela. Os paulistas têm força de tabela 0,38, menor que dos mineiros (0,50) e dos cariocas (0,47). Sendo assim, América Locomotiva (seed 3) e Botafogo Reptiles (seed 4) avançam para os playoffs.

Desta forma, os confrontos dos playoffs são Galo FA (#1) x Botafogo Reptiles (#4) e Tritões FA (#2) x América Locomotiva (#4).

> Confira o regulamento da BFA 2018

> Confira os números da Conferência Sudeste da BFA 2018

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here