Rex vence HP e decidirá seed 1 contra Crocodiles

1
357
HP e Rex se enfrentaram em Timbó em 2017. Foto: Geraldo Takanage/Overtime do FA

Em Curitiba, Paraná HP e Timbó Rex fizeram uma partida com muitos turnovers e bastante participação dos times especiais. Mesmo com as duas equipes classificadas para os playoffs, o jogo foi duro e com algumas confusões. No final os catarinenses confirmaram o favoritismo e saíram com a vitória por 30 a 17.

O Jogo

Em uma longa campanha, o Rex abriu o placar com uma corrida do running back Paulo César Alves, mais conhecido como “Sabonete”. O kicker Diego Boddenberg confirmou o ponto-extra, deixando o placar em 7 a 0 para os visitantes.

Se a campanha do Rex foi demorada, a do HP nem existiu: Bauer retornou o chute dos catarinenses de uma endzone a outra. Os paranaenses deixaram tudo igual após o chute de Lucas Copi – 7 a 7.

Na campanha seguinte do Rex, mais um triunfo dos especialistas anfitriões – punt catarinense bloqueado e bola recuperada na jarda 16 de ataque.

No segundo quarto, a campanha continuou, mas a defesa visitante só permitiu um field goal de Lucas Copi, que colocou 10 a 7 no placar para os curitibanos.

Após o kickoff, o Rex conseguiu encaixar boas jogadas, chegando até a linha de 10 jardas do ataque. No entanto, acabou sofrendo um fumble recuperado pelo Paraná HP. No primeiro momento os paranaenses conseguiram evitar que os catarinenses pontuassem. Mas depois de não conseguir a primeira descida com o time de ataque, o HP foi para o punt e um bad snap do time de especialistas acabou com um safety do Rex, que encostou no placar, 10 a 09.

Na campanha de ataque após o safety, o Rex vacilou e sofreu outro fumble que novamente foi recuperado pelo HP, deixando seu ataque em uma situacão de primeira para goal. Mesmo tendo toda a oportunidade para ampliar a pontuação com um touchdown, o HP não conseguiu aproveitar e foi para a tentativa do field goal. A bola foi bloqueada e recuperada já no campo de ataque pelo Rex, que não conseguiu bons avanços e o primeiro tempo acabou 10 a 09.

Na volta do intervalo, logo na primeira campanha de ataque, o Rex conseguiu conectar um lindo passe de Bassani para o tight-end Carlos “Texugo” Paiva, que correu para marcar o touchdown. O ponto-extra foi convertido – 16 a 10 Rex.

A partida ficou morna até a entrada do “trem” americano Alex “A-Train”, que atropelou a defesa do HP conquistando várias jardas terrestres e primeiras descidas até chegar na endzone em uma linda corrida pelo meio da defesa paranaense. O ponto extra foi convertido novamente por Diego Boddenberg: 23 a 10 para os timboenses.

Depois de mais um lindo retorno de Bauer, o Paraná HP começou sua campanha na linha de 30 jardas do ataque. Taurus melhorou a posição de campo em uma bela corrida pela esquerda da defesa catarinense chegando até a redzone. A partir daí, o HP não avançou e tiveram um field goal bloqueado e retornado para touchdown, mas um offside do Rex deu mais uma oportunidade para os paranaenses.

Desta vez, os donos da casa não desperdiçaram e marcaram o touchdown com um excelente passe de Mateus Rosa para o wide-receiver  Marcelo Guedes bem no canto da endzone. O ponto-extra foi convertido por Lucas Copi e o HP encostou no placar: 23 a 17 e final do 3/4.

Novamente os times especiais apareceram no kickoff e o HP conseguiu recuperar a bola na linha de 20 jardas do ataque. Os paranaenses tiveram a chance de empatar a partida, mas a defesa catarinense conseguiu segurar as ações ofensivas anfitriãs e forçou um turnover on downs. 

A partir daí os ânimos do jogo se exaltaram: primeiro, o atleta do Paraná HP Ricardo Santos da Cruz foi ejetado da partida após cometer sua segunda falta anti-desportiva; depois, o jogo continuou e o HP forçou mais um fumble, mas foi interceptado na sequência.O Rex aproveitou para marcar mais um touchdown, com um quarterback sneak de Bassani.

Após a conversão do ponto-extra por Diego Boddenberg, uma confusão foi iniciada e houve muito bate-boca dentro de campo. Quando os ânimos finalmente se acalmaram, a partida foi reiniciada com o HP sendo interceptado novamente. No ataque, os catarinenses voltaram a campo e pouco depois mais uma confusão acarretou na expulsão do offensive line do Rex, Murilão.

O quarto derradeiro continuou mas sem maiores emoções e os visitantes saíram com a vitória por 30 a 17, garantindo o mando de campo pelo menos na primeira partida dos playoffs.

O que vem por aí

Com a derrota o Paraná HP terminou a temporada regular com o seed 03 e agora vai aguardar o confronto entre os invictos da conferência sul, Rex e Crocodiles, para saber quem será o adversário nos playoffs.

A partida entre os dois líderes de divisão será na próxima semana, o vencedor ficará com o Seed 01 e enfrentará o Santa Maria Soldiers, o seed 02 jogará contra o HP.

> Confira a tabela da Conferência Sul da BFA

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here