Em jogo de reviravoltas, Mariners leva a melhor sobre Caçadores

1
308
O defensive end Filipe Ferreira foi o destaque da partida, com dois sacks e um bloqueio de Punt Foto: Charles Johnson Pereira

Responsáveis por uma das rivalidades regionais mais acirradas do futebol americano nacional, Recife Mariners e Ceará Caçadores se enfrentaram pela sexta vez na história e fizeram mais um jogo emocionante decido no último lance. Ao fim, os pernambucanos conseguiram a virada e venceram os Caçadores por 23 a 19.

O jogo

Quem começou na frente foi os Mariners, com um chute certeiro de Rafael Bandeira para field goal. 3 a 0. Logo depois, os recifenses ampliaram, com touchdown corrido do running back Eduardo Mendonça, sem conversão de ponto extra. 9 a 0.

Na sequência, os caçadores deram a primeira resposta, também com touchdown terrestre de Eduardo Maranhão. André Silveira acertou o extra point. 9 a 7.

Não satisfeito, Maranhão cruzou novamente a goal line na primeira virada da partida. Na conversão, o snap foi alto e o chute não foi realizado. 13 a 9 para o Ceará Caçadores.

Os recifenses não deixaram barato e algum tempo depois voltaram a ficar à frente no placar. O quarterback Rafael Tavares foi quem chegou a endzone, para restabelecer a vantagem no marcador. Bandeira fez a conversão. 16 a 13.

Em seguida, novamente Maranhão, em seu terceiro touchdown, virou o jogo novamente a favor dos caçadores. Porém, a bola do ponto extra passou pelo lado de fora do goal, mantendo o marcador em 19 a 16.

Finalmente, no último quarto, Rafael Tavares colocou um ponto final no roteiro do jogo, em conexão com o wide-receiver Jonatas “Japa” Fonseca para o TD. Rafael Bandeira colocou a bola para dentro, ampliando a vantagem para quatro pontos.

Com apenas 40 segundos no cronômetro e precisando chegar a endzone, o Ceará Caçadores bem que tentou mas não conseguiu o touchdown derradeiro e após um drop de Maranhão, e teve de se contentar com a derrota. Placar final 23 a 19 para o Mariners.

Retrospecto histórico

Embora tenha perdido o duelo de hoje, o Ceará Caçadores ainda mantém a vantagem histórica sobre o Recife Mariners. São quatro vitórias do time de Fortaleza, contra duas do Mariners.

Confira os confrontos:
16/09/2018 – Recife Mariners 23 x 19 Ceará Caçadores (BFA)
08/10/2017 – Ceará Caçadores 13 x 07 Recife Mariners (BFA – Semifinal de Conferência)
20/08/2017 – Recife Mariners 14 x 23 Ceará Caçadores (BFA)
21/08/2016 – Ceará Caçadores 16 x 15 Recife Mariners (Superliga Nacional)
06/09/2015 – Recife Mariners 35 x 06 Ceará Caçadores (Superliga Nordeste)
21/09/2014 – Ceará Caçadores 28 x 26 Recife Mariners (Superliga Nordeste)

Mesmo com a vantagem dos cearenses, apenas dois dos seis confrontos foram decididos com uma vantagem no placar maior do que uma passe do bola, mostrando o equilibro recorrente em partidas entre as duas equipes.

Próximos jogos

Com suas vagas à próxima fase asseguradas, Recife Mariners e Ceará Caçadores vão a última rodada apenas para decidir os seeds e adversários nas semifinais na conferência. Os cearenses encerram a primeira fase recebendo o Natal Scorpions, enquanto o Recife Mariners vão até à Campina Grande, encarar o Tropa Campina, ambos no dia 29 de setembro.

> Confira agenda, resultados e classificação da Conferência Nordeste da BFA

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here