Zebus fora da Liga Nacional: “Em 2020, estaremos mais fortes”

2
234
Foto: Facebook Uberaba Zebus

Mais uma equipe está fora de uma competição nacional por desistência própria. Depois do anúncio das desistências do Juiz de Fora Imperadores e Goiânia Rednecks a 16 dias do início da BFA e do Curitiba Lions e Campo Grande Gravediggers (que foi excluído) da Liga Nacional, outra equipe está anuncia sua saída de uma competição nacional: o Uberaba Zebus.

Em comunicado oficial, a Liga Nacional apontou às penalidades que a equipe sofrerá, que vão desde a proibição na participação na LNFA de 2018 e 2019, assim como da BFA, e de “qualquer outra competição regida ou chancelada pela CBFA, nas temporadas 2018 e 2019”. Isso significa que o time está fora também do Campeonato Mineiro do próximo ano. Além das proibições, há também uma multa de R$ 3.000,00.

> Leia na íntegra o comunicado da Liga Nacional – Ofício_n017_2018

Em seu comunicado, o Uberaba Zebus explica que a razão da desistência da competição são as dificuldades financeiras e promete arcar com as consequências da desistência do Campeonato. “Nós fizemos nosso planejamento de 2018 para participarmos do campeonato mineiro e da liga nacional. Então fomos atras de patrocínio e ouvimos muita promessas. Apoiados nisso participamos do campeonato mineiro, mas durante o mineiro esses acordos não foram se concretizando, e as dívidas começaram a pesar. Quando chegou a liga nacional esses acordos não foram cumpridos e os valores da liga foram pesando para o caixa do time e o bolso dos atletas, gastos esses que estávamos prevendo pagar com esses apoios. Isso acabou se agravando e culminando com nossa desistência da Liga Nacional”, explicou Thomaz Arnizant, diretor de esportes da equipe.

“Precisamos nos reorganizar e reestruturar a nossa equipe. Já fizemos uma reunião e projetamos nosso 2019. Os treinos não vão parar, os atletas abraçaram a causa e entenderam que nosso time precisa de estabilidade. Então já nos organizamos para o resto desse ano e o ano que vem alcançar nossa independência financeira, concretizar parcerias e patrocínio, além de focar nos nossos atletas. Voltaremos mais fortes e mais organizados. Melhor darmos um passo atrás, reestruturar e avançar com garantias e estabilidade. Em 2020 com certeza estaremos fortes e figuraremos não só participando, mas alcançando vitórias. Pois isso será consequência de uma reestruturação bem feita”, analisou Thomaz.

> Confira o comunicado do Uberaba Zebus

O Zebus tinha realizado duas partidas até agora na Liga Nacional, perdendo para o Challengers por 59 a 00 e Betim Bulldogs por 34 a 00.

> Saiba mais sobre a Liga Nacional

COMPARTILHAR
Artigo anteriorPlacar FABR – 18 e 19 de Agosto
Próximo artigoTudo ou nada: Corinthians dobrado, Botafogo focado
Editor-chefe do Salão Oval, maior plataforma de mídias destinada ao FABR, Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League (Campeonato Inglês de Futebol). Realizei coberturas nacionais pelas cinco regiões do Brasil e também nos EUA (Mundial de Ohio) e Perú (1º Torneio Guerrero de Los Andes), sempre acompanhando o futebol americano nacional de perto. Narrador e comentarista para o futebol americano nacional em diversas ocasiões (BandSports, Fox Sports e Globo Esporte.com), fui também jogador da Lusa Lions (flag 2008) e do Corinthians Steamrollers (2009 a 2012).

2 COMENTÁRIOS

  1. Que chato, novamente acho que 32 equipes na BFA não é algo bom no momento. É melhor termos 20 equipes estruturadas, para que não ocorra mais isso. No comecinho de 2019, a CBFA e BFA deveriam se reunir com todos os times, e ver quem tem condições de participar das competições nacionais, para que não prejudique o vindouro campeonato 2019.

    Por enquanto estamos vendo muito amadorismo por ambos envolvidos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here