Com ataques incontroláveis, Caçadores vira no fim contra o Bulls

2
461
Bulls e Caçadores na Arena das Dunas em 2017 Foto: Renato Simões

O Bulls Potiguares continua sendo o grande destaque ofensivo da BFA, agora inclusive sendo a equipe que mais marcou pontos em três jogos – foram 153. Mas mesmo em um partida em que marcou 49 pontos, o time de Natal acabou sendo derrotado por um Ceará Caçadores que acreditou até o final e manteve o controle emocional para fazer 21 pontos no último quarto e virar nos dez segundos finais. Ao apito final, o placar da linda Arena das Dunas marcou 53 a 49 para os cearenses.

“Jogo foi eletrizante, os dois ataques deram dor de cabeça para as defesas. Conseguimos nos manter no jogo focados até o final, pegamos a lideranca quando mais importava e conseguimos segurar o último drive deles. Nosso time está de parabéns pelo foco e união até o fim”, comemorou o head coach dos cearenses, Bruno Rocha.

“Nós nunca jogamos um jogo deste porte, pelo menos desde que eu estou aqui. Saímos triste com o resultado, mas nossa evolução foi notória nesta partida”, disse o head coach potiguar Heitor Medeiros.

O jogo…

O jogo com o maior número de pontos até aqui na BFA (102 contra 77 de Tropa Campina x Bulls) foi absolutamente eletrizante. Foram cinco touchdowns do Omar Kharroub, quarterback americano do Bulls (que chega a 13 no total, artilheiro isolado da BFA), e também cinco para o outro americano, Ryan Deal, do Caçadores.

Mas o grande destaque da partida foi o running back Eduardo Maranhão. O destaque do jogo Brasil x Argentina no Mineirão parece gostar das Arenas da Copa do Mundo. Se no Mineirão em dezembro passado ele fez três, hoje foram quatro, com muita personalidade para conquistar jardas essenciais para os vencedores.

… quarto a quarto

O placar foi aberto no primeiro quarto pela mais costumeira parceria do Bulls Potiguares para pontuar: passe de Omar para o wide-receiver Igor Rogue, principal pontuador da posição na competição. Extra-point confirmado e 7 a 0 no placar. Os visitantes reagiram com o seu craque, o running back Eduardo Maranhão. Mas sem a confirmação da pontuação extra, os donos da casa continuaram à frente (7 a 6).

Os 12 minutos seguintes antes do intervalo começaram com a repetição da dobradinha Omar/Igor Rogue, mas o ponto-extra foi bloqueado pelo destaque da linha defensiva cearense, Carlos Severo. A partida ficou empatada em 13 pontos no passe do americano Ryan Deal para Maranhão e a conversão do extra-point.

Omar Kharroub escolheu um novo alvo, desta vez Luiz Xavier foi o wide-receiver a entrar na endzone visitante. Com uma conversão de dois pontos natalense, o placar foi a 21 a 13. Maranhão não gostou e deixou tudo empatado novamente com grande corrida e conversão de dois pontos.

Apertando o turbo para abrir vantagem no placar, o Bulls chegou a 35 a 21 com a dobradinha de Omar com Igor Rogue e depois outro americano entrou em ação: o running back Ray Bradley.

Sem querer ir para o intervalo sem um novo empate no placar, os cearenses reagiram: Ryan passou para os wide-receivers Igor Lima e Wesley Carvalo, mas a segunda pontuação extra desta sequência foi prejudicada por um snap muito alto. O intervalo tinha o placar da Arena das Dunas marcando 35 a 34 para o time da casa.

No terceiro quarto, Ray Bradley correu novamente para ampliar para os potiguares, que com o extra-point lideravam por 42 a 34. O clima de animação se ampliou nas arquibancadas da Arena das Dunas após novo touchdown do Bulls, no passe de Omar para Matheus Muniz – novo xp confirmado e 49 a 34 para os donos da casa.

Foi aí que a arrancada de 21 pontos do Caçadores começou. No último quarto, o time marcou com nova corrida do craque Maranhão (com conversão de ponto-extra) e no passe de Ryan Deal para Matheus Mendes (conversão de dois pontos sem sucesso).

Com muito barulho da torcida e da narração oficial, o Caçadores teve que armar sua jogada na redzone pressionado também pelo relógio da partida – faltavam apenas dez segundos para o final. Calmo e certeiro, o americano Ryan Deal fez um firme passe para o tight-end Gabriel Farias entrar pelo meio e instalar um ensurdecedor silêncio em natal. Sem a conversão de dois pontos, o placar final foi de 53 a 49 para o Ceará Caçadores.

Os extra-points convertidos pelo Bulls foram de Edson Vicente; os do Caçadores, de André Ferreira.

Próximos jogos

Com um 2-1, o Caçadores receberá o Petroleiros como próximo desafio; também com 2-1, o Bulls será visitante na reedição da rodada de abertura, no clássico de Natal contra o Scorpions.

> Saiba mais sobre a agenda de jogos da Conferência Nordeste

> Guia da BFA – Conferência Nordeste 

COMPARTILHAR
Artigo anteriorSecundária brilha e Petroleiros vence a primeira na BFA
Próximo artigoPlacar FABR – 18 e 19 de Agosto
Editor-chefe do Salão Oval, maior plataforma de mídias destinada ao FABR, Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League (Campeonato Inglês de Futebol). Realizei coberturas nacionais pelas cinco regiões do Brasil e também nos EUA (Mundial de Ohio) e Perú (1º Torneio Guerrero de Los Andes), sempre acompanhando o futebol americano nacional de perto. Narrador e comentarista para o futebol americano nacional em diversas ocasiões (BandSports, Fox Sports e Globo Esporte.com), fui também jogador da Lusa Lions (flag 2008) e do Corinthians Steamrollers (2009 a 2012).

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here