Rex vira em Santa Maria em nova tarde de running backs

1
429
De novo eles: o jogo corrido do Rex foi fundamental na vitória, com dois touchdowns de Well Garcia (à esq.) e outro de Karl Henrry (à dir.) Foto: Ana Maria Guimarães

Um jogo equilibrado como o esperado, mas quem foi estável durante toda os quartos foi o vencedor – o T-Rex ficou à frente do placar quando importava e impôs um jogo dominante no último quarto. Well Garcia foi o grande destaque da partida, com muitas jardas conquistadas e dois touchdowns para colaborar para a vitória por 24 a 14 contra o Santa Maria Soldiers. O jogo corrido do Rex já havia sido fundamental para a vitória contra o Jaraguá Breakers.

O jogo

O Soldiers começou bem na defesa e no ataque. Depois de bloquear uma tentativa de field goal do Rex com Gabriel Montagner, ex-atleta do time de Timbó, os gaúchos recuperaram um fumble e na campanha seguinte, Douglas Rodrigues conectou Luis Becker para abrir o placar. Fabrício Santana confirmou o ponto-extra e o 7 a 0 no placar.

Após martelar na redzone contra uma forte defesa do Santa Maria Soldiers, os visitantes acharam um espaço para chegar à endzone com o habilidoso Well Garcia, que recebeu o passe e fez 6 a 0. O running back se lesionou na jogada, que paralisou o jogo antes do chute certeiro do kicker Diego Boddenberg – 7 a 7.

No segundo quarto, o Rex vendeu duro o avanço do Soldiers até o meio-campo. Os gaúchos tiveram que arriscar uma quarta descida, com a conexão de Douglas Rodrigues para o polivalente Vinícius Zanon. A continuação, no entanto, trouxe um punt para os gaúchos.

Para atacar, o Rex teve que sair da jarda três de defesa, após falta. Já de volta ao campo, Well Garcia tentou ganhar jardas para o Rex, mas foi em linda jogada de Bassani que os visitantes chegaram à jarda 30 no passe para Marlos Reis.

Nas trincheiras, o Rex avançou para o campo de ataque, mas o não além da jarda 30, após um fake punt mal-executado. No meio de campo, Douglas Rodrigues surpreendeu a defesa catarinense com passe para Luis Becker, que novamente adentrou a endzone. Confirmação de Fabrício Santana e Soldiers novamente à frente: 14 a 7.

O T-Rex não se abateu e Bassani fez mais um grande lance, ao realizar um passe de 35 jardas para Marlos Reis. Na jarda oito de ataque, Well Garcia perdeu oito jardas após lindo tackle for loss. Em seguida, Bassani foi brilhantemente interceptado na endzone pelo defensive back Maurício Faé, no último lance do segundo quarto.

A volta do terceiro quarto trouxe um jogo muito igual ao da primeira etapa: muita luta para que as equipes conquistassem jardas. Muita luta até Well Garcia conseguir uma corrida de 50 jardas, com bônus de um tackle duplo quebrado antes de abrir o espaço para chegar à endzone: Boddenberg deixou tudo igual com o extra-point certeiro – 14 a 14.

O restante do quarto se estendeu sem novas pontuações e duas trocas de punt. Os 12 minutos finais não trouxeram novidade neste sentido: punt para o Rex. Na campanha do Soldiers, Douglas Rodrigues foi interceptado pelo safety Rafael Reiter, que levou a bola para a jarda 10 do campo de ataque.

Após Carlesso impedir o touchdown de Meurer, a opção de Bassani foi um toss para Well Garcia, que chegou pela terceira vez na endzone. No entanto, um bloqueio ilegal anulou a pontuação. Na sequência, Ricardo Daronch fez um sack sobre o quarterback catarinense. Como alternativa, o Rex partiu para o field goal com Boddenberg colocando os visitantes pela primeira vez à frente do placar – 17 a 14.

Após punt do Soldiers, o Rex avanço gastando o relógio e pediu tempo para arquitetar uma quarta descida crucial. Após corrida pelo meio que garantiu a continuação da campanha, o Rex chegou à endzone com o jovem running back Karl Henrry: 24 a 14, com Boddenberg confirmando o extra-point.

Próximos jogos

O Soldiers voltará a campo ao receber outra equipe catarinense, o Jaraguá Breakers. Já o T-Rex terá mais uma difícil partida, ao receber o Coritiba Crocodiles em casa, seu algoz nos playoffs do ano passado.

> Confira a tabela e classificação da Conferência Sul da BFA 
> Guia da Conferência Sul da BFA

COMPARTILHAR
Artigo anteriorPredadores e Arsenal se enfrentam com papeis invertidos
Próximo artigoTubarões aplica novo placar elástico no DF
Editor-chefe do Salão Oval, maior plataforma de mídias destinada ao FABR, Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League (Campeonato Inglês de Futebol). Realizei coberturas nacionais pelas cinco regiões do Brasil e também nos EUA (Mundial de Ohio) e Perú (1º Torneio Guerrero de Los Andes), sempre acompanhando o futebol americano nacional de perto. Narrador e comentarista para o futebol americano nacional em diversas ocasiões (BandSports, Fox Sports e Globo Esporte.com), fui também jogador da Lusa Lions (flag 2008) e do Corinthians Steamrollers (2009 a 2012).

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here