Rex usa forte jogo corrido para derrotar o Breakers

3
680
Well Garcia, com dois touchdowns, e Karl Henrry foram destaques do jogo corrido do Rex na vitória contra o Breakers Foto: Ana Maria Guimarães

O Jaraguá Breakers tentou, começou melhor, mas não resistiu ao consistente jogo corrido do T-Rex na tarde deste domingo (5) na cidade de Shroeder. Com o triunfo de 49 a 10, o Rex venceu sua sétima partida em nove clássicos contra a equipe de Jaraguá do Sul.

Enquanto para o Breakers, o jogo significou a estreia na BFA 2018, esta foi a segunda vitória do Rex na competição, somada à primeira partida contra o Juventude.

O jogo

Com uma campanha consistente usando o jogo corrido do experiente running back Max, o Breakers chegou perto da endzone, mas não cruzou a linha final. O time, então, tirou o zero do placar em um field goal convertido pelo cornerback/kicker Castilho.

Castilho, em seu outro papel, entrou em ação na partida ao interceptar o quarterback Bassani, do T-Rex. A nova campanha do time de Jaraguá, no entanto, terminou em um punt.

O Rex respondeu com uma campanha baseada no jogo corrido, variando entre o running back Well Garcia, MVP do Brasil Bowl de 2016, e Bassani. Na redzone, no entanto, Bassani passou para o wide-receiver Marlos Reis (ex-Caçadores) marcar para o Rex. Com o xp confirmado por Diego Boddenberg, o time de Timbó fez 7 a 3.

O Breakers respondeu com Max e o polivalente Dalcanale, agora como quarterback, liderando uma campanha perfeita. Para marcar o touchdown, Dalcanale passou para o wide-receiver Lucas Fidelis. O extra-point foi confirmado por Castilho e os mandantes colocaram 10 a 7 no placar.

Era lá e cá. Em uma linda corrida do jovem Karl Henrry, o T-Rex já estava na redzone novamente. Bassani, em um dia de várias corridas suas, deixou os visitantes novamente à frente, com Berg confirmando o 14 a 10.

Na tentativa de nova resposta, Dalcanale sofre fumble e a bola é novamente do ataque do Rex. Well Garcia não deixou passar a chance e fez o primeiro dele, com Berg colocando o 21 a 10 no placar.

O segundo tempo do jogo trouxe de volta o forte jogo corrido do Rex. Depois de linda jogada de Well Garcia, que deixou o Rex na goal line, Everton Antero, o Pingo, fez o touchdown do time de Timbó. Boddenberg converteu mais um xp – 28 a 10 Rex.

O bravo Max tentou a resposta correndo pelo Breakers, mas na hora da definição, a jogada aérea de Dalcanale para Fidelis não foi efetiva e o punt foi a saída para os mandantes. Well Garcia, no entanto, não perdoou e fez mais um para o Rex – 35 a 10.

O Rex parecia que não ia parar, com Bassani pasando para o wide-receiver Guilherme Meurer, que quase marcou mais um touchdown. Na jogada seguinte, Bassani foi interceptado, mas um offside da linha de defesa do Breakers anulou a jogada.

Já no último quarto, o Rex fez mais um com Bassani passando para o tight-end Texugo. Boddenberg foi novamente eficiente e colocou o 42 a 10 no placar.

A campanha seguinte do Breakers ficou mais tempo com a bola ao ser baseada nas corridas de Bruno Francisconi. Mas no final, novamente, não resultou em pontos.

O Rex voltou a campo liderado agora por Romário Reis. O habilidoso quarterback foi decisivo na última pontuação da partida. Caindo, ele conseguiu passar a bola para Guilherme Bechtold ficar com a bola e levar até a endzone. O jogador estava lesionado e retornou nesta partida ao Rex. Novamente Boddenberg mandou a bola no meio do Y e determinou o placar final – Rex 49, Breakers 10.

Próximos jogos

O T-Rex terá uma difícil partida contra o Santa Maria Soldiers na próxima rodada, onde no ano passado venceu por 14 a 13. Não mais fácil será a tarefa do Breakers, que terá que ir até Curitiba para encarar o Crocodiles.

> Saiba de tudo da Conferência Sul clicando aqui

COMPARTILHAR
Artigo anteriorHornets passa sufoco, mas mantém invencibilidade
Próximo artigoCrocodiles usa craques para virar contra o Istepôs
Editor-chefe do Salão Oval, maior plataforma de mídias destinada ao FABR, Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League (Campeonato Inglês de Futebol). Realizei coberturas nacionais pelas cinco regiões do Brasil e também nos EUA (Mundial de Ohio) e Perú (1º Torneio Guerrero de Los Andes), sempre acompanhando o futebol americano nacional de perto. Narrador e comentarista para o futebol americano nacional em diversas ocasiões (BandSports, Fox Sports e Globo Esporte.com), fui também jogador da Lusa Lions (flag 2008) e do Corinthians Steamrollers (2009 a 2012).

3 COMENTÁRIOS

  1. […] Um jogo equilibrado como o esperado, mas quem foi estável durante toda os quartos foi o vencedor – o T-Rex ficou à frente do placar quando importava e impôs um jogo dominante no último quarto. Well Garcia foi o grande destaque da partida, com muitas jardas conquistadas e dois touchdowns para colaborar para a vitória por 24 a 14 contra o Santa Maria Soldiers. O jogo corrido do Rex já havia sido fundamental para a vitória contra o Jaraguá Breakers. […]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here