Em jogo entre campeões, Flamengo leva a melhor na BFA

3
623
O Flamengo Imperadores saiu vencedor no clássico dos campeões, derrotando a Portuguesa por 21 a 10 em pleno Canindé Foto: Stephanie Airola / Assessoria Flamengo

No clássico entre os dois campeões estaduais de São Paulo e Rio de Janeiro, o Flamengo Imperadores levou a melhor sobre a Portuguesa FA na estreia pelo Campeonato Brasileiro de Futebol Americano (BFA – Conferência Sudeste) em vitória por 21 a 10 em pleno Canindé.

Os cariocas souberam balancear melhor seu ataque entre corridas e passes, tiveram uma defesa sólida, com uma sequência incrível do linha defensivo Denis e ainda converteram um retorno de punt em um lindo touchdown com Tomás Gonçalves. A Portuguesa teve seu ponto forte, como esperado, em seu jogo aéreo, que converteu um touchdown com um dos wide-receiver mais técnicos do Brasil, Luiz Domingues, em sua primeira atuação do ano.

> Inscreva-se em nosso Youtube e assista ao compacto da partida

Os detalhes do jogo

A Portuguesa começou pressionando o Flamengo, a ponto de perseguir o quarterback Bernardo dentro da endzone rubro-negra. Com a bola depois do punt carioca, os anfritriões demoraram para chegar à redzone, alternando muitas jogadas aéreas com algumas corridas. A investida lusa terminou com um field goal de Renan Buzz, que tirou o zero do placar – Portuguesa 3 a 0.

O Flamengo respondeu logo no início do segundo quarto, com um touchdown de 43 jardas no passe de Bernardo para o tight-end Cebola. O mítico jogador do FABR e da Seleção Brasileira recebeu a bola na jarda 20, cortou para o meio e partiu para endzone. Com extra-point convertido, o Flamengo virou o placar para 7 a 3.

Após forçar um 3&out da Portuguesa e conseguir uma boa posição de campo no retorno de punt com Tomás Gonçalves, o Flamengo avançou até a endzone com o running back Johnny Santos (ex-Portuguesa). No entanto, um holding impediu que o touchdown fosse válido. Na sequência, os planos cariocas de pontuar na campanha foram frustrados por linda interceptação de Fabião.

Com faltas, corridas que não conseguiam grande avanço e sem completar as jogadas aéreas, a Portuguesa novamente perdeu a posse de bola ofensiva de forma muito rápida. Ao contrário dos paulistas, o Flamengo conseguia alternar melhor as jogadas terrestres e aéreas, ficando mais tempo com a bola.

No entanto, quem conseguiu pontuar antes do fim do segundo quarto foi a Portuguesa. Depois de não poder atuar pela SPFL por conta da regra de transferências do estadual, o wide-receiver Luiz Domingues (um dos jogadores no Mundial de Ohio) mostrou toda a sua categoria ao receber bonito passe de Catullo na endzoneextra-point confirmado e virada da Portuguesa, com certeza, antes do fim do primeiro tempo – 10 a 7.

O terceiro quarto começou com a Portuguesa conseguindo alternar melhor os avanços terrestres e os passes. O time chegou a jarda um do Flamengo, mas em três ações impressionantes do defensive lineman Denis (outro do Mundial de Ohio), os rubro-negros empurraram os paulistas para longe. A Portuguesa teve que se contentar com uma tentativa de field goal, que não obteve sucesso.

O Flamengo chegou com tudo no último quarto. Aproveitando de um erro na marcação da Portuguesa, Bernardo achou o rápido Tomás no meio do campo e o wide-receiver levou a bola para a endzone. Extra-point confirmado e 14 a 10 no placar para os visitantes. Na sequência, após punt da Portuguesa, Tomás fez mais um, agora em um lindo retorno de punt, que garantiu o 21 a 10 no placar.

A Portuguesa tentou reagir, mas foi interceptada por duas vezes. O Flamengo também não foi efetivo, pois uma falta anulou um bonito touchdown de corrida de Johnny Santos. Nos minutos finais, a Portuguesa visitou a redzone carioca de maneira persistente, mas sem efetividade, pelo menos que fosse validada pela arbitragem. Em recepção de Domingues na endzone, os árbitros não validaram este touchdown.

Nos segundos finais, o Flamengo gastou o relógio e garantiu uma estreia triunfante no Campeonato Brasileiro.

Próximos jogos

O Flamengo irá a Minas encarar outro vencedor da primeira rodada, o América Locomotiva. Já a Portuguesa, que perdeu sua invencibilidade no ano após um título invicto de oito jogos na SPFL, jogará o clássico em São Paulo contra o Corinthians Steamrollers.

> Confira a agenda e resultados da Conferência Sudeste da BFA

> Guia da BFA – Sudeste

COMPARTILHAR
Artigo anteriorEm reencontro, Sorriso Hornets vence Cuiabá Arsenal na Arena Pantanal
Próximo artigoDe “Finex”, Storm vence Corinthians pela BFA
Avatar
Editor-chefe do Salão Oval, maior plataforma de mídias destinada ao FABR, Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League (Campeonato Inglês de Futebol). Realizei coberturas nacionais pelas cinco regiões do Brasil e também nos EUA (Mundial de Ohio) e Perú (1º Torneio Guerrero de Los Andes), sempre acompanhando o futebol americano nacional de perto. Narrador e comentarista para o futebol americano nacional em diversas ocasiões (BandSports, Fox Sports e Globo Esporte.com), fui também jogador da Lusa Lions (flag 2008) e do Corinthians Steamrollers (2009 a 2012).

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here