Guia da BFA 2018 – Conferência Centro-Oeste

18
382

A Conferência Centro-Oeste chega turbinada de equipes em relação ao ano passado. Em 2017, apenas cinco participantes disputaram uma vaga na semifinal da BFA (Cuiabá Arsenal, Tubarões do Cerrado, Sinop Coyotes – que abdicou da vaga, Goiânia Rednecks e Campo Grande Predadores).

Para facilitar os deslocamentos e reduzir custos das equipes, a BFA deixou com que o Campo Grande Predadores permanecesse, garantiu a vaga do campeão da Liga Nacional Sorriso Hornets e ainda convidou Leões de Judá e Brasília Templários para a disputa, deixando sete times na Conferência.

No entanto, há 16 dias da disputa, o Goiânia Rednecks anunciou a desistência, deixando o Centro-Oeste com apenas seis times. As partidas da equipe goiana, que foi multada em R$ 5.000,00, serão consideradas W.O. (vitórias de 49 a 00 dos oponentes).

> Confira a tabela da Conferência Centro-Oeste da BFA

> Guia da BFA – Conferência Sudeste

> Guia da BFA – Conferência Sul

> Guia da BFA – Conferência Nordeste

Os times

Brasília Templários
Cidade: Brasília/DF
Fundação: Outubro de 2014
Campanhas: 1ª participação
Última Temporada: Liga Nacional
Jogadores destaques: Brian (Center), Nathan (Linebacker) e Paulo Justin (quarterback)

A equipe foi uma das convidadas para a compor a Conferência Centro-Oeste, junto ao Leões de Judá. Com pouca experiência, o Brasília Templários terá que surpreender para mostrar que não está na elite do futebol americano somente para fazer número.

“Chegar à BFA é algo muito novo para a equipe. Temos apenas três anos de existência. Nosso objetivo é transformar um projeto de futebol americano, que nasceu dentro da Universidade Católica de Brasília, em uma equipe competitiva e para competir de igual para igual com as equipes grandes do Brasil”, explicou Leandro Bandana,

> Confira a tabela do Brasília Templários na BFA 2018

Campo Grande Predadores
Cidade: Campo Grande/MS
Fundação: Julho de 2015
Melhor campanha: 5º colocado conferência (2017)
Última Temporada: [1-3] 5º colocado conferência
Jogadores destaques: Gustavo Baioni (wide-receiver), Lucas Brito (linebacker) e o Allan Costa (defensive back e kick returner)

Campeão da Liga Nacional em 2015, o Campo Grande Predadores tem sofrido para mostrar o mesmo impacto na elite do futebol americano nacional. Último (quinto lugar) na Conferência Centro-Oeste no ano passado, foi beneficiado para não voltar à Liga Nacional devido ao desejo da BFA de ter mais equipes no Centro-Oeste e facilitar a logística.

O Predadores ainda irá disputar ainda a final do sul-mato-grossense antes da BFA, algo que, para o head coach Edson Albuquerque, não atrapalha: “Não irá atrapalhar. Pelo contrário, até vai nos ajudar a chegar bem na BFA, porque a final já está prevista para antes do nosso primeiro jogo”. Sobre o objetivo da equipe na competição, Edson acredita que a equipe tem chances de chegar aos playoffs e brigar pelo título da Conferência Centro-Oeste.

> Confira a tabela do Campo Grande Predadores na BFA 2018

Cuiabá Arsenal
Cidade: Cuiabá/MT
Fundação: Janeiro de 2006
Títulos: 2 títulos nacionais (2010 e 2012)
Última Temporada: [6-1] Campeão de Conferência / Semifinalista nacional
Jogadores destaques: Igor Mota (linebacker e running back), Hátila Fogo (offensive lineman), Hanay Gonçalo (cornerback) e os reforços americanos Tommy Kudyba (quarterback) e Kent Mcdonald (safety)

Um dos times mais tradicionais do Brasil (bicampeão nacional 2010 e 2012), o Cuiabá Arsenal perdeu os dois últimos estaduais para o Sorriso Hornets. No entanto, na última BFA, cumpriu o seu papel como campeão da Conferência.

Este ano, o time sofreu uma mudança administrativa às vésperas da BFA, com Denevaldo Júnior assumindo a Presidência e também o cargo de head coach (Kenneth Joshen, o KJ, retornou aos EUA).

“No dia 10/07, fizemos uma eleição da nova diretoria e estamos em fase de registro da eleição para ter como de fato fazer a gestão da equipe (financeira). Para o nacional, como sempre buscamos reforçar o time, já temos uma equipe fechada de atletas. Igor Mota volta a jogar conosco e comporá o elenco com outros atletas em nível de seleção que continuam, como Hanay Gonçalo, Hatila Fogo, Leonargo Goulart, Ludney Correa”, esclareceu Denevaldo.

O presidente também confirmou a volta do quarterback americano Thommy Kudyba, campeão nacional com o time em 2010 e que atuou na temporada passada, e mais outro reforço americano: Kent Mcdonald, safety.

Obs: Não obtivemos mais informações detalhadas da equipe em tempo hábil para a publicação deste guia

Obs 2: As informações foram alteradas após o recebimento das informações enviadas pelo Arsenal.

> Confira a tabela do Cuiabá Arsenal na BFA 2018

Leões de Judá
Cidade: Brasília/DF
Fundação: Fevereiro de 2013
Campanhas: 1ª participação
Última Temporada: Liga Nacional
Jogadores destaques: The Bus (defensive lineman), Brunigga (quarterback/running back) – ambos ex-destaques do Tubarões – e Anthony Pacheco (defensive back – peruano e único estrangeiro da equipe)

Reforços: foram nada mais nada menos que 17 o número de jogadores que chegaram ao time – Léo Americano, Makala, Thyago Pagode, The Bus, Kassabian, Gigante, Jason, Anthony Pacheco, Jassel, Paulão, Alencar, Gustavo e Gil (defesa); e Brunigga, Superman, Thyagão, Vargão, Bernardo e Nivaldo.

Junto ao Brasília Templários, o Leões de Judá foi um dos convidados para compor a Conferência Centro-Oeste, aumentar o número de equipes e assim facilitar a logística na região. No entanto, diferente do time da mesma cidade, o Leões de Judá chegou com um pacote de reforços. Onde a equipe poderá chegar?

“Gestão financeira é o caminho para os times. Uma diretoria forte e comprometida facilita o trabalho, ter ainda uma equipe de comunicação de alta qualidade ajuda na captação de recursos. Vai desde pagamento de mensalidades, venda de produtos com a marca do time e captação de médios patrocinadores. Por isso, nosso objetivo é nada mais, nada menos que chegar na final do campeonato”, explicou o presidente do time, Adalberto “Dadau”, que ainda promete a chegada de mais reforços, sendo um americano.

> Confira a tabela do Leões de Judá na BFA 2018

Sorriso Hornets
Cidade: Sorriso/MT
Fundação: 2013
Campanhas: 1ª participação
Última Temporada: Campeão da Liga Nacional
Jogadores-destaques: Edílson Kovaleski (quarterback), Jadson Santana (linebacker) e Tarcísio Guilherme (wide-receiver)

Reforços para a temporada: o time ainda promete a chega de estrangeiros para a segunda ou terceira rodada, mas até lá, os reforços trazidos são – Lenílson Barros (free safety), Brian Luis (tight-end), Luis Antônio (defensive tackle), Jadson Santana (defensive end), Donaldo Tukura (defensive tackle), Marlon Billy (cornerback), Rondinelly Bernardino, Fabrizio Vilarino e Rogério Guimarães (ofensive linemen)

Bicampeão estadual e campeão da Liga Nacional. O time chega com um bom cartaz para a participar de sua primeira temporada na elite do futebol americano nacional. No entanto, alguns jogadores que foram destaque no primeiro semestre não estão mais no time, como o running back Eduardo Maranhão (destaque de Brasil x Argentina e de volta ao Ceará Caçadores) e o wide-receiver Marlos Reis (que juntou-se ao irmão no T-Rex).

Mas o time está embalado com os dois campeonatos estaduais e mais o título da Liga Nacional, o que soma 15 jogos de invencibilidade. Baseado neste retrospecto, o presidente Angelo Santos dá uma declaração otimista: “Sem sombras de duvida podemos afirmar que o Sorriso Hornets esta mais do que preparado para a disputa da conferência. Sabemos das dificuldades as quais enfrentaremos, pois o campeonato é composto por times de altíssimo nível técnico. Por isso, intensificamos nossos treinos e, acima de tudo, aperfeiçoamos nossas jogadas para obter sucesso e manter nossa invencibilidade”, resume.

> Confira a tabela do Sorriso Hornets na BFA 2018

Tubarões do Cerrado
Cidade: Brasília/DF
Fundação: Setembro de 2004
Melhor Campanha: Vice-campeão da conferência (2017)
Última Temporada: [4-2] Vice-campeão da conferência
Jogadores destaques: Hitman (running back), Joshua Cunha (cornerback), B1 e B2 (wide-receivers) e James Springfield (defensive lineman, americano, que chega a sua quinta temporada na equipe).

Um dos times mais tradicionais do Brasil e da Conferência, ao Tubarões do Cerrado foi vice-campeão do Centro-Oeste no ano passado. Se time perdeu alguns jogadores para outras equipes de Brasília, com destaque para The Bus (DL) e Vargão (OL) para o Leões de Judá, o time trouxe nada menos do que 35 jogadores de outras equipes, com destaque para o Goiânia Rednecks, que ficou de fora. Os “míticos” receivers gêmeos de Goiânia, Evandson e Ewander, B1 e B2, são agora do Tubarões, além do promissor quarterback Lucas Tojal, que estava no América Bulls em 2017.

O head coach Fabrício Ataíde vê como natural o movimento de saída e chegada de jogadores, e ressalta o saldo positivo para sua equipes: “Alguns jogadores receberam propostas financeiramente interessantes de outros times e partiram, movimento natural no FABR atual. Mas, felizmente, o recrutamento teve um saldo positivo e conseguimos agregar mais talentos do que perdemos. Importante lembrar que o DF agora tem três times na BFA, então os destaques locais serão mais disputados”, analisa.

> Confira a tabela do Tubarões do Cerrado na BFA 2018

18 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here