Corinthians vence no erro de extrapoint e avança

0
83
Este foi o segundo encontro entre Corinthians e Ponte Preta, com a segunda vitória corintiana neste domingo Foto: IRA Comunicação

Virou hábito nos jogos do Corinthians Steamrollers neste Troféu Bes SPFL 2018, decidir o vencedor no último lance da partida. E assim como aconteceu diante de Piracicaba Cane Cutters e Ocelots, a Ponte Preta sucumbiu no momento decisivo, e viu o Timão ficar com a vaga para as semifinais da competição.

Antes mesmo da partida começar, uma surpresa: principal jogador da Ponte Preta Gorilas nesta edição da SPFL, o quarterback KC Frost não esteve presente, desfalcando a equipe campineira.

Do lado corintiano, o comandante de ataque Matheus Torres estava com problemas no pulso esquerdo. Mesmo assim, participou do jogo inteiro, sendo um dos grandes nomes da emocionante partida que definiu o último semifinalista do estadual.

Como foi a partida

O primeiro quarto foi de muitos erros dos dois ataques, sendo que apenas o Corinthians conseguiu tirar o zero do placar, com um field goal convertido por Emerson Martins.

No segundo quarto, o ataque da Ponte Preta claramente sentia falta de seu quarterback, e não conseguia avançar uma jarda sequer. Pressionada em sua própria endzone, acabou sofrendo um safety. A vantagem corintiana aumentou ainda mais na campanha seguinte com uma ótima jogada de Matheus Torres, que achou um espaço na defesa do Gorilas e correu para anotar o touchdown.

Com 11 a 0 a favor do Steamrollers e uma Ponte Preta que claramente parecia perdida em campo sem KC Frost, tudo levava a crer que a vitória corintiana seria bem diferente do sofrimento que foi nos dois jogos anteriores da equipe no Troféu Bes SPFL 2018. Mas, foi então que Joshua deu as caras na partida.

Com a camisa 46 do Gorilas e improvisado como quarterback, o americano Joshua Canup (wide-receiver e defensive back) passou a liderar a Ponte Preta em uma incrível reação, e antes da partida ir para o intervalo, anotou o touchdown e ainda garantiu a conversão de dois pontos do extrapoint, deixando o placar em 11 a 08 a favor do Steam.

O terceiro quarto começou de forma bem semelhante ao inicio da partida, com as duas equipes errando lances simples como o snap, e apesar de não conseguirem repetir a intensidade do quarto anterior, o Steamrollers conseguiu aumentar a vantagem com um touchdown anotado por Guilherme.

Com 18 a 08 a favor no placar, tudo que se esperava do Corinthians era que controlasse o jogo e gastasse o tempo. A Ponte Preta não conseguia encontrar espaços, apesar de todo os esforço de Joshua. Tudo levava a crer que o field goal convertido por Marco Antônio, seria o último respiro do Gorilas na competição (18 a 11).

Dentro dos dois minutos finais de partida, o quarterback Matheus Torres tomou uma decisão que colocou em risco a vitória corintiana: optou por uma arriscada quarta descida em vez de um punt, e acabou sendo sacado. A Ponte Preta partiu então para o tudo ou nada, e Joshua arriscou um passe longo para a endzone, o qual teve a recepção de Vinicius.

Com o touchdown anotado pela Ponte Preta, o placar ficou em 18 a 17 para o Steamrollers, e a decisão ficou nos pés do kicker Marco Antonio, no último lance da partida. Mas o camisa 10 ponte pretano não conseguiu converter o extrapoint, e a vitória ficou com o Corinthians.

Corinthians na semifinal

Esta foi a terceira vitória consecutiva do Corinthians no último lance de jogo. Agora, a equipe voltará a campo contra o Rio Preto Weilers, a unica equipe que venceu o Steamrollers no Troféu Bes SPFL 2018 até o momento. A partida será realizada no dia 08 de julho no Estádio Bruno José Daniel, em Santo André.

Texto: IRA Comunicação

> Confira a página especial da SPFL

COMPARTILHAR
Artigo anteriorGiamas brilha e Storm está nas semifinais da SPFL
Próximo artigo“Por que a Liga Nacional não pode ser maior que a BFA?”
Editor-chefe do Salão Oval, maior plataforma de mídias destinada ao FABR, Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League (Campeonato Inglês de Futebol). Realizei coberturas nacionais pelas cinco regiões do Brasil e também nos EUA (Mundial de Ohio) e Perú (1º Torneio Guerrero de Los Andes), sempre acompanhando o futebol americano nacional de perto. Narrador e comentarista para o futebol americano nacional em diversas ocasiões (BandSports, Fox Sports e Globo Esporte.com), fui também jogador da Lusa Lions (flag 2008) e do Corinthians Steamrollers (2009 a 2012).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here