Pirates vence e está na final da Taça das Cidades

0
10
O Recife Pirates, que tem como objetivo vencer a Liga Nordeste neste ano, começou 2018 com o pé direito. Foto: Recife Pirates

A Taça das Cidades foi concebida pelos times de Pernambuco após a decisão de não haver uma segunda edição do Campeonato Pernambucano neste ano. Com o primeiro semestre em jogos oficiais, o torneio chegou para colocar as equipes do Recife Pirates, Caruaru Wolves e Arcoverde Templários em ação. Para completar o quadrangular, foi convidada e equipe do Tropa Campina, da Paraíba.

Na primeira semifinal, realizada hoje, o Recife Pirates arrancou em 2018 em grande estilo ao vencer fora de casa por 27 a 06. A curiosidade é que as equipes lutaram na Conferência Nordeste da BFA (Campeonato Brasileiro) do ano passado para ver quem não caia para a Liga Nordeste (2ª divisão) neste ano. O time paraibano ficou e o tradicional recifense caiu.

No jogo disputado no tradicional estádio Amigão, em Campina Grande, o destaque foi o running back Felipe Xavier, o Boi, que fez os dois primeiros touchdowns (com extra-points não convertidos), colocando o placar em 12 a 0 para os visitantes.

O Tropa Campina reagiu com o linebacker Fernando Jorge, que interceptou os recifenses e levou a bola oval para a endzone. O Pirates respondeu com um field goal do kicker Douglas Soares, que colocou 15 a 06 no placar.

Os derradeiros touchdowns do time de pernambuco vieram com o retorno de punt afiado de Erivelton Shark e mais uma corrida certeira, dessa vez com Lucas Gomes.

O Pirates conhecerá o seu adversário na final da Taça das Cidades após a partida do dia 21 de abril, entre Arcoverde Templários e Caruaru Wolves, em Arcoverde.

> Confira a página especial da Taça das Cidades

COMPARTILHAR
Artigo anteriorWeilers derrota Ocelots e mostra força no Grupo B
Editor-chefe do Salão Oval, maior plataforma de mídias destinada ao FABR, Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League (Campeonato Inglês de Futebol). Realizei coberturas nacionais pelas cinco regiões do Brasil e também nos EUA (Mundial de Ohio) e Perú (1º Torneio Guerrero de Los Andes), sempre acompanhando o futebol americano nacional de perto. Narrador e comentarista para o futebol americano nacional em diversas ocasiões (BandSports, Fox Sports e Globo Esporte.com), fui também jogador da Lusa Lions (flag 2008) e do Corinthians Steamrollers (2009 a 2012).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here