Sonho de jogar na Europa veio de esporte diferente para Caião

2
260
Caião é um dos destaques defensivos do T-Rex e da Seleção Brasileira. Foto: Ana Maria Guimarães

Como zagueiro de futebol do Audax, São Bernardo, Juventus e Botafogo de Ribeirão, o sonho de Caio Lucas Pereira, ou simplesmente Caião, era jogar na Europa, como quase todos os meninos brasileiros que hoje sonham em jogar o esporte bretão. Mas se o sonho não foi atingindo pela bola redonda, o futebol americano surpreendeu o jogador com um convite do Yeditepe Eagles, da Turquia.

“Realmente não esperava que isso fosse acontecer. Sempre tive um sonho de jogar fora quando atuava no futebol. Houve algumas tentativas frustradas, por conta de empresários. E agora, aconteceu com 29 anos. Mas acho que é uma idade boa, acredito que estamos com a cabeça mais estruturada. É um susto, mas é um susto bom. Não imaginava nem nos meus melhores sonhos”, explicou o defensive/nose tackle do T-Rex e da Seleção Brasileira.

Caião foi convidado diretamente pelo staff técnico da equipe turca, que já contratou também neste ano outros dois jogadores da Seleção Brasileira: Rapha Cruz e Victor Hugo “Mega”. “Ele falou comigo diretamente pelo messenger e acertamos tudo. Será um contrato de quatro meses, com salário e tudo certo”. O jogador deverá retornar ao T-Rex para a disputa da BFA, assim como seu companheiro de equipe, Luis Polastri, que atuará em outra equipe turca, o Koç Rams.

Trajetória meteórica

Caião é dono de umas das trajetórias mais meteóricas dentro do futebol americano nacional. Há três anos, ele sequer havia atuado ou tinha algum contato com o esporte. Logo que chegou na Lusa Lions, o paulistano já assumiu a titularidade e o protagonismo na linha defensiva da equipe paulista, chamando a atenção nacionalmente.

Com isso, foi um dos primeiros a aceitar o desafio de deixar seu estado natal para jogar no T-Rex, uma das principais equipes do País, em 2016. Além do título nacional e dois catarinenses, Caião foi naturalmente alçado também para a Seleção Brasileira e esteve entre os mais votados nas duas edições do Prêmio Salão Oval de Futebol Americano.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorFCFA: “Fomos pegos de surpresa”
Próximo artigoAgenda FABR – 17 e 18 de Fevereiro
Avatar
Editor-chefe do Salão Oval, maior plataforma de mídias destinada ao FABR, Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League (Campeonato Inglês de Futebol). Realizei coberturas nacionais pelas cinco regiões do Brasil e também nos EUA (Mundial de Ohio) e Perú (1º Torneio Guerrero de Los Andes), sempre acompanhando o futebol americano nacional de perto. Narrador e comentarista para o futebol americano nacional em diversas ocasiões (BandSports, Fox Sports e Globo Esporte.com), fui também jogador da Lusa Lions (flag 2008) e do Corinthians Steamrollers (2009 a 2012).

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here