Dan Levy: “Os atletas estão aqui; o coaching não”

0
94

O head coach campeão brasileiro pelo Sada Cruzeiro está agora em Praga, em seu “emprego dos sonhos” no Prague Black Panthers, como nos confessou na entrevista realizada em dezembro. O bate-papo logo após a conquista do Brasil Bowl contra o Espectros, revelava um detalhe importante que nos impedia de divulgar a entrevista antes da semana passada: quem o substituiria em seu posto.

O cargo ficou com o brasileiro Lex Braga, que atuou como coordenador defensivo na conquista do título brasileiro de forma invicta. “Ele é o cara certo para o trabalho”, garantiu Dan. Para o americano, as peculiaridades do Brasil seriam “frustrantes” para um treinador compatriota que estivesse acostumado com a Europa ou os EUA.

Além de comentar sobre sua carreira, desde o início na Louisiana, Dan Levy conta detalhes dos bastidores do Cruzeiro e as negociações que o fizeram ficar, bem como o atrito inicial que houve entre os jogadores contratados e os não-contratados. “Eles são comprometidos, dedicados, eles já se sacrificaram pelo jogo”.

E confessa que Álvaro Fadini, o quarterback do Cruzeiro e da Seleção Brasileira, é o seu jogador favorito de todos os tempos: “Quando eu dou clínicas, e isso vai parecer que eu gosto dele demais, eu sempre coloco ele como exemplo. Seja na Europa ou nos EUA, quando eu falo de quarterbacks e o que eu procuro na posição, alguns falam força no braço ou outra coisa, e eu falo “não, é persistência”. Álvaro é o cara mais persistente que eu já tive como quarterback. Esteja com o nariz arrebantado, a mão quebrada, ele vai continuar jogando!”.

E para o campeão brasileiro, a principal diferença do esporte praticado aqui e na Europa está no investimento feito no treinamento e nos treinadores.

Para saber todos os detalhes desta relevante entrevista com Dan Levy, assine nosso canal no Youtube agora mesmo!

 

COMPARTILHAR
Artigo anteriorPlacar FABR – 24 e 25 de Fevereiro
Próximo artigoHangout: “Já anunciamos reforços e queremos ser bicampeões pela Sada”
Avatar
Editor-chefe do Salão Oval, maior plataforma de mídias destinada ao FABR, Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League (Campeonato Inglês de Futebol). Realizei coberturas nacionais pelas cinco regiões do Brasil e também nos EUA (Mundial de Ohio) e Perú (1º Torneio Guerrero de Los Andes), sempre acompanhando o futebol americano nacional de perto. Narrador e comentarista para o futebol americano nacional em diversas ocasiões (BandSports, Fox Sports e Globo Esporte.com), fui também jogador da Lusa Lions (flag 2008) e do Corinthians Steamrollers (2009 a 2012).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here