Leões de Judá chegam à BFA com pacote recheado de Tubarões

1
213
"Bus" (em primeiro plano), após a histórica vitória do Brasil contra a Coreia por 28 a 00 no Mundial de Ohio Foto: Victor Francisco / Salão Oval

A BFA acaba de divulgar a sua tabela da edição 2018 e a principal novidade é o aumento de times, de 30 para 32. E um dos novatos, convidados pela Brasil Futebol Americano a participar do Campeonato Nacional é o candango Leões de Judá, que vem com novidades para disputar a elite do futebol americano – além de uma nova identidade visual, o time trouxe um pacote de reforços, principalmente vindos do Tubarões do Cerrado. São nove jogadores no total e a diretoria do time de Brasília ainda negocia com outros atletas para anunciar um segundo pacote nas próximas semanas.

A nova identidade visual da equipe de Brasília foi feita para a sua grande temporada em 2018

“A intenção da BFA é organizar a Conferência Centro-Oeste na logística de viagens e jogos. O fato de só ter um time de Brasília, um de Goiânia e os outros do Mato Grosso encareceria o campeonato, pois todas as viagens de cada time teriam mais de mil quilômetros”, explicou Leonardo Ramos, vice-presidente do Leões de Judá.

Ramos explicou que o objetivo da equipe é, mesmo em seu primeiro ano, tentar permanecer na liga e com esperanças de levar o título do Centro-Oeste: “O convite foi recebido com bastante alegria, porém bastante analisado por toda a coordenação técnica. Participar do principal campeonato de FA no Brasil figurando entre a elite é uma honra e um grande desafio para os Leões. Nosso objetivo sempre é dar o melhor em campo, ter um bom desempenho na primeira participação para se manter na liga, mas a meta é ser campeão da conferência do Centro Oeste e seguir em frente”

Pacote recheado de Tubarões e jogador da Seleção

E para cumprir os objetivos traçados, o novato na elite do futebol americano nacional trouxe reforços de peso, principalmente vindo do tradicional Tubarões do Cerrado, também do Distrito Federal. “No nosso primeiro pacote de contratações anunciamos Augusto Olivera “The Bus” (DL), Bruno Cavalcante “Brunigga” (QB/RB), Felipe Vargas “Vargão” (OL) e Thiago Souza “Thiagão” (OL), todos atletas do Tubarões do Cerrado. Contratamos também Thyago Pagode (CB Sinop Galaxy), Matheus Lima “Superman” (RB Templários) e Thiago Kassabian (LB Brasília V8). Tivemos também o retorno de dois jogadores com história no FA Candango, Helio Santos “Makala”(DL), que atuou por anos pelo Brasilia V8 até ingressar o Leões em 2015 e ser peça fundamental no título Candango e na 3ª colocação na Liga Nacional, e Felipe Eduão “Gigante”(DL), que já atuou no practice squad do New England Patriots e pelo Boston Bandits, na liga semiprofissional de futebol americano dos Estados Unidos, além de sua atuação no FA Brasileiro pelo Vila Velha Tritões”, disse Carlos Roberto, diretor de comunição do Leões.

Uma nova casa para “Bus”

Jogador da Seleção Brasileira que esteve no Mundial de Ohio e também no Brasil x Argentina do Mineirão, Augusto Oliveira “Bus” viu uma grande oportunidade no Leões de Judá, que ofereceu uma excelente proposta ao atleta.

“Já estava há algum tempo descontente no Tubarões, pois acabei recusando propostas de outros times esperando algo concreto, que não aconteceu. Como neste ano realmente não haveria nada e o Leões cobriu a proposta de outros lugares, nada melhor do que continuar em Brasília e poder continuar com meu emprego e minhas outras atividades, além de ganhar um salário e ser profissional do futebol americano”, explicou o defensive tackle.

“Meu grande objetivo é servir a Seleção Brasileira. E para jogar lá, eu tenho que jogar a Série A (BFA). E como vimos na última convocação, dos 45, 44 eram da primeira divisão. É muito difícil jogar a segunda divisão (Liga Nacional) e ir pra Seleção. E como o Leões também vai jogar a BFA, surgiu essa oportunidade e tendo um contrato e um salário muito bom para o FA nacional, eu estou indo. Estou muito feliz, pois serei o primeiro jogador não-americano a ganhar dinheiro com o esporte em Brasília. É uma confiança muito grande em mim e também uma responsabilidade maior ainda. Mas isso pra mim é ótimo”, resumiu Bus.

Antes da BFA, vem o Candangão 2018

O Leões de Judá foi a grande surpresa da edição de 2015 e quer repetir a façanha em 2018. “Jogar o estadual é o que os torcedores aguardam nesse momento, pois também servirá de preparatório para o Campeonato Nacional (BFA). Essa disputa pela hegemonia do futebol americano no Planalto Central deixa os jogadores dos Leões bastante apreensivos e buscando estarem preparados para o primeiro jogo, sendo que muitos não tiraram férias e já estão a pleno vapor com seus treinamentos. Em contato com a Federação local (Fefac), fomos informados de que o campeonato está confirmado e terá seu início na última semana de março”, disse Adalberto Patrocínio “Dadau”, Presidente do Leões de Judá.

> Saiba tudo sobre o Leões de Judá em nossa página especial

COMPARTILHAR
Artigo anteriorBFA divulga tabela da edição 2018
Próximo artigoCampeonato Mineiro de 2018 será o maior já realizado
Avatar
Editor-chefe do Salão Oval, maior plataforma de mídias destinada ao FABR, Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League (Campeonato Inglês de Futebol). Realizei coberturas nacionais pelas cinco regiões do Brasil e também nos EUA (Mundial de Ohio) e Perú (1º Torneio Guerrero de Los Andes), sempre acompanhando o futebol americano nacional de perto. Narrador e comentarista para o futebol americano nacional em diversas ocasiões (BandSports, Fox Sports e Globo Esporte.com), fui também jogador da Lusa Lions (flag 2008) e do Corinthians Steamrollers (2009 a 2012).

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here