CBFA divulga balanços em busca de transparência 

0
122

Colocar ordem na casa. Esta é a ideia básica da CBFA para o ano de 2018, como o vice-presidente da entidade, Rodrigo Matos, passou na entrevista que concedeu ao Salão Oval em dezembro passado. Buscando este caminho, a entidade divulgou hoje um documentos oficial abrindo as contas para o público em geral.

Contas do passado

No documento, Demonstrações Financeiras, a entidade coloca em ação sua nova diretriz em uma carta de apresentação, indicando a transparência como seu Norte: “Podemos afirmar que a nova gestão da Confederação está buscando priorizar em seus objetivos a transparência e ter ampla acessibilidade e abertura junto aos atletas, gestores, imprensa e torcedores, uma vez que são estes que fazem a máquina do Futebol Americano movimentar-se em nosso País”.

> Confira o documento “Demonstrações Financeiras”

No entanto, dois pontos chamam a atenção, justamente por não estarem tão claros. Há um passivo de R$ 31.402,00 ainda referentes ao Mundial de 2015, algo que julgava-se quitado.

A explicação da CBFA é que a última parcela da dívida seria paga em um momento de forte e desfavorável variação cambial. A declaração foi corroborada pelo presidente da gestão anterior, Guto Sousa.

Outro ponto ainda pendente são os números do histórico amistoso entre Brasil x Argentina, a cargo da Brasil FA. Procurado, o diretor-geral da produtora, Bruno Guilherme, disse que ainda há contas a serem fechadas e que os números finais do amistoso serão divulgados assim que possível.

O balanço final do ano é de negativos R$ 43.287,43, que como diz a nota, indica que “existe uma cristalina necessidade de geração de novas receitas para que a entidade possa cumprir com seu objetivo dentro do futebol americano nacional”.

> Confira o orçamento da CBFA para 2018

O Presidente da CBFA também explicou estes dois pontos no vídeo a seguir, tanto sobre a pedente dívida quanto sobre como suprir a necessidade de geração de novas receitas para o futebol americano nacional.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here