T-Rex vence Croco, mas Bassani sai lesionado

0
55
Créditos: Overtime do F.A | Geraldo Takanage

A última partida de toda a temporada regular da Brasil Futebol Americano marcou mais um duelo decidido nos detalhes entre Coritiba Crocodiles e T-Rex. O jogo válido pela conferência Sudeste foi uma prévia do que irá acontecer nos playoffs da competição, já que ambos os times se enfrentarão na próxima fase da BFA, com o detalhe de que a partida terá mando do T-Rex.

Daqui algumas semanas, o Coritiba Crocodiles terá chance de se vingar, já que foi derrotado por 12 a 22 em seus domínios para o T-Rex, que segue invicto na temporada 2017.

Do lado do T-Rex, a preocupação é se Bassani poderá jogar a partida decisiva, já que o quarterback saiu lesionado, assim como na partida do ano passado.

O jogo

A partida começou com os atuais bicampeões brasileiros no ataque, que conseguiram chegar até a linha de 26 jardas para touchdown, mas foram parados pela linha defensiva do Crocodiles quando o T-Rex tentou sem sucesso uma corrida pelo meio com Clair José em uma quarta descida para uma jarda. Após a jogada de estreia, o primeiro quarto foi totalmente dominado pelas defesas de ambos os times; com dois 3 and outs da equipe do Crocodiles e um do T-Rex.

Depois de um punt curto por parte do Crocodiles, os catarinenses conseguiram recuperar a bola em boa posição de campo. Com um passe longo de 34 jardas, Bassani deixou os visitantes próximos de seus primeiros pontos e foi o próprio quarterback que entrou na endzone inimiga na jogada seguinte, só que um cutblock anulou a pontuação e ainda colocou o Rex quinze jardas para trás. Mesmo em posição difícil, Bassani conectou passe preciso para Guilherme Meurer abrir o placar. Ponto extra bloqueado pelo time de especialistas do Crocodiles. (00×06)

Já no segundo quarto de partida, o Crocodiles teve sua melhor chance do primeiro tempo, ao conseguir interceptar Bassani. No entanto, a boa jogada defensiva não foi capitalizada pelo ataque paranaense, que devolveu a bola logo em seguida. Restando menos de cinco minutos para o apito de intervalo, os catarinenses voltaram a pontuar com o running back Clair José, que não foi só responsável por entrar na endzone, mas também por correr para mais de 50 jardas na campanha. Fake de Diego Boddenberg, que fingiu chutar a bola, mas correu para marcar a conversão de dois pontos. (00×14)

Antes do apito de intervalo, o Rex ainda conseguiu interceptar o quarterback “paranaense” Drew Banks, mas não conseguiu transformar a posse de bola em pontos. Na jogada após a interceptação, Bassani foi substituído por Drew Hill na posição de quarterback do Rex, após o brasileiro sair por conta de lesão.

Na volta do intervalo, o Crocodiles continuou com sua defesa eficiente, mas seu ataque começou a produzir mais dentro de campo. Logo no terceiro quarto, o jogo terrestre dos paranaenses encaixou e o Crocodiles conseguiu seu primeiro touchdown com o corrida do fullback Alexandre para a endzone catarinense. No chute de ponto extra, Laércio “Lelo” Anacleto conseguiu bloquear e abraçar a bola para sair em disparada, atravessando o campo inteiro para fazer dois pontos para o T-Rex. (06×16)

No começo do último quarto da partida, o Crocodiles recebeu a bola na linha de 47 jardas de seu campo de ataque. A campanha teve alternância de tentativas de jogo terrestres e até um fumble sofrido e recuperado por Drew Banks.

Sabendo a importância da posse de bole e de pontuar em um momento crucial do jogo, o Crocodiles arriscou uma quarta descida para 15 jardas. Com conexão de Banks e Adan Rodriguez, o time avançou 25 jardas, e ficou muito próximo do seu segundo touchdown. Na jogada seguinte, um passe milimétrico de Banks fez Lucas Viezzer marcar o seu e deixar a diferença no placar em uma posse. Conversão de dois pontos sem sucesso. (12×16)

Com menos de três minutos para o final do jogo, o Crocodiles arriscou novamente uma quarta descida, só que desta vez Banks não conseguiu encontrar seu wide-receiver e a bola voltou para posse do T-Rex, na linha de 30 jardas de seu campo de ataque. Drew Hill lançou para Guilherme Meurer, que conseguiu recepcionar a bola e entrar na endzone adversária para fazer seu segundo touchdown da tarde. Ponto-extra bloqueado. (12×22)

Final de partida: Coritiba Crocodiles 12 x 22 Timbó Rex
Playoffs da BFA

Com os resultados das partidas neste final de semana, os dezesseis classificados para a próxima fase foram definidos. Pela Conferência Sul, o chaveamento ficou com o Timbó Rex em primeiro, recebendo o Coritiba Crocodiles, que acabou a temporada regular na quarta posição geral. Já o Santa Maria Soldiers se classificou em segundo da conferência e receberá o Paraná HP.

> Confira como ficaram os playoffs da BFA

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here