15º Clássico dos Mares: será o fim do tabu?

0
43
Créditos: Doulos Mídia

O Clássico dos Mares terá uma de suas mais memoráveis edições nesta primeira rodada de BFA. Pirates e Mariners já se enfrentaram 14 vezes em suas histórias, com todos os duelos vencidos pela equipe azul e branco.

Vale lembrar que em 2017 os dois times já disputaram dois clássicos: na fase regular do 1º Campeonato Pernambucano da história, no qual o Mariners levou a melhor e venceu por 17 x 00, e em sua final, também vencida pelo time azul por 36 a 12.

Hegemonia do Mariners

Mesmo com a hegemonia dos marinheiros de Recife, o clássico sempre gera uma expectativa diferente para os fãs do esporte. Paulo Calado, linebacker do Mariners, soltou a voz e garantiu que o objetivo sempre será o de sair de campo com a vitória.

“A expectativa é sempre a mesma, de que consigamos mais uma vitória. Respeitamos a equipe do Recife Pirates, mesmo com o retrospecto muito positivo contra eles. Não acredito que a preparação mental seja diferente. Não importa qual seja o time, sempre entramos com o pensamento de fazer nosso melhor e conseguirmos colocar nosso nome, mais uma vez, entre as melhores equipes do país”, explicou Calado.

Querendo quebrar o tabu

Do outro lado da moeda, os mandantes do duelo confirmam que enfrentar o Mariners sempre é diferente. A busca pela primeira vitória no clássico molda as expectativas dos jogadores e faz com que a preparação seja diferente.

Final do Pernambucano 2017 | Créditos: Doulos Mídia

“Jogar contra o Mariners é sempre diferente, é nosso principal rival, da mesma cidade sempre temos bons públicos então a preparação é sim um pouco diferente para jogar contra eles. Será um jogo difícil, eles provavelmente já estarão com os dois americanos em campo, enquanto a gente estará com um time 100% brasileiro, mas estamos confiantes que faremos um bom jogo no domingo.” – Leonardo Breckenfeld, Head Coach do Recife Pirates.

Mesmo com o jogo tendo toda essa história, ambas as equipes sabem que o ano inteiro de BFA será muito duro, já que a Conferência Nordeste é considerada uma das mais fortes da liga.

Para Leonardo, o objetivo deste segundo semestre é conseguir encerrar a temporada regular com um saldo positivo e, desta forma, chegar forte para a disputa dos playoffs.

Créditos: Gabriel Siqueira

“Sofremos muitas mudanças do Pernambucano para a BFA, perdemos alguns jogadores importantes, mas também conseguimos nos reforçar nesse período. A expectativa para a temporada é fazer a melhor campanha da nossa história na fase regular, nossa meta é conseguir uma campanha 4-2 e voltar para os playoffs.” – Leonardo Breckenfeld, Head Coach do Recife Pirates.

“O Espectros é o favorito da Conferência”

Se o Pirates almeja fazer história neste ano, o Mariners também visa chegar à final da BFA e quebrar a hegemonia do Espectros como o supercampeão do Nordeste, mesmo com o HC da equipe pernambucana não considerando o time azul e branco como favorito ao título da conferência.

“Nós equalizamos a expectativa e pressão dos atletas de uma forma muito simples: não lendo quais são as expectativas que a mídia possui da equipe, focando exclusivamente no que precisamos fazer todos os dias dentro dos treinos. Não considero o Mariners como o favorito da Conferência Nordeste, mas um “contender” dentro da Conferência. Para mim, o favorito é o JP Espectros e acredito que a pressão está do lado deles” –  Richard Lowrey, Head Coach do Recife Mariners.

Confira como foi o Clássico dos Mares na fase regular do Pernambucano 2017

Confira todos os jogos e agenda do Recife Mariners em 2017

Confira todos os jogos e agenda do Recife Pirates em 2017

Deixe sua opinião! Quem você acha que vencerá o 15º Clássico dos Mares?

Recife Pirates x Recife Mariners | Quem vence?

Recife Pirates0%
Recife Mariners0%

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here