Confira tudo sobre a 3ª Semana da Freedom Four Cup

0
167
Foto: Janiel Santos

O último domingo (20) da Freedom Four Cup contou com importantes jogos que já direcionam os rumos do torneio para a próxima fase. A FFC começou com a disputa entre Diadema Diamond e Caraguá Ghost Ship, seguida por Blue Birds São Caetano e Spartans Football. As partidas foram realizadas no Clube dos Engenheiros, em São Bernardo. Diamond e Spartans saíram vitoriosos na rodada.

Foto: Janiel Santos
Foto: Janiel Santos

Diadema Diamond x Caraguá Ghost Ship

Na partida contra o Caraguá Ghost Ship, o Diadema Diamond dominou o jogo com importante auxílio do QB Elton Maurício (#18), que, já no início do confronto, deixou seu time na entrada da endzone e garantiu a abertura do placar com uma corrida. O kicker Tharcisio Orlando (#44) não perdoou no extra point e garantiu 07×00.

A defesa do Diadema também mostrou que não estava para brincadeira e não permitiu muitos avanços do Ghost Ship. No segundo quarto, o LB Felipe Manucelli (#99) recuperou a bola para a equipe do ABC com uma interceptação que já seria a preparação para a próxima pontuação de seu time.

Novamente, destaque para o QB Elton (#18), que mesmo com o CB Eder Maciel (#23), do Caraguá, impossibilitando importantes recepções do Diamond, conseguiu avançar e contou com a recepção, na endzone, do WR Paulinho Santos (#89). Sem conversão do extra point, a partida ficou 13×00.

Com a defesa do Diamond segurando o Caraguá, o ataque de Diadema voltou novamente e, a partir dali, o destaque foi do RB Edimarcos Silva (Kinho – #30), que garantiu avanços à sua equipe em corridas sequenciais, facilitando a vida do QB Elton, que, na entrada da endzone, marcou mais um TD por corrida, seguido de extra point (#44) – (20×00).

No início do terceiro quarto, o RB do Diamond, Kinho #30, garantiu um belo TD de retorno com corrida de 69 jardas, pontuação seguida pela conversão do extra point (#44). 27 a 00, até ali.

A defesa do Diadema não deu muito espaço para o ataque do Caraguá avançar. Com o ataque em campo, e nova corrida, o FB Moisés Demov (#36) garantiu um placar ainda mais elástico pro time do ABC, que, em conjunto com a conversão do extra point (#44), registrou 34×00.

Dali em diante, os torcedores assistiram lindos passes e avanços do QB Elton (#18) e interceptação do LB Murilo Gomes (#21), mas também viram uma defesa do Caraguá segurando um pouco mais, com importantes tackles – destaque para o DT Richard Lippi (#28).

Sem mais mudanças no placar, o final do jogo garantiu a vitória do time de Diadema Diamond, invicto na FFC. O Caraguá Ghost Ship, por sua vez, apresenta situação complicada para prosseguir na competição.

“Sabíamos que o jogo seria muito difícil. A equipe do Diamond está muito preparada. Eles evoluíram muito da FFC 2015 para essa. Para essa partida, nossa equipe teve algumas dificuldades pra comparecer, pois muitos atletas não conseguiram viajar. Houve muito esforço, os atletas que vieram representaram muito bem o time e estão de parabéns. Nós saímos de cabeça erguida, porque demos o nosso melhor”, declara Allan Tripac, Defensive End e MVP pelo Caraguá. “Estamos evoluindo, esse é o nosso foco. E, para a próxima rodada, iremos enfrentar a equipe do Spartans. Dependendo da combinação de resultados, pode ser que ainda tenhamos chances de classificar. Vamos ter uma semana para preparar, recuperar e já focar no adversário. Vamos para cima!”, conclui.

Para o MVP do Diadema Diamond, o RB Kinho (#30), o trabalho em equipe fez toda a diferença no resultado. “Para o jogo nós já havíamos estudado as estratégias do Ghost, pra adaptar algumas jogadas especiais. Conseguimos ditar o nosso ritmo de jogo – tanto ataque, quanto defesa e special team. Todo mundo fez seu trabalho de forma correta e a conseqüência é o resultado. Agradeço a escolha de MVP, mas eu só consigo jogar quando o time inteiro faz o trabalho. Então, primeiramente, preciso agradecer a nossa OL, que é fantástica, e nosso time de especialistas, afinal, o TD de retorno só ocorreu por conta dos bloqueios”, conta.

Foto: Débora Mello

Birds São Caetano x Spartans Football

Na segunda partida do dia, o ataque do Blue Birds garantiu a abertura do placar. Após alguns avanços com o WR Rodrigo Vicente (#10) e RB Diego Martins (Bandana – #32) , algumas faltas prejudicaram tanto a defesa do Spartans, quanto o ataque do São Caetano.

Uma corrida de 11 jardas do WR Rodrigo Vicente (#10) garantiu um importante avanço para o time do ABC que, sem mais progresso, abriu o placar com um Field Goal do Alexandre Lima (#30). Placar 03 x 00.

Não demorou muito para a reação do Spartans Football. Com um lindo passe de 37 jardas do QB Roberto Spinelli #13 e recepção do WR Lucca Germano (#7) o time começou a garantir o destino da partida. Sem conversão do Extra Point, o placar ficou 03 a 06.

No segundo quarto, o RB do Blue Birds, Diego Martins (#32), conseguiu importantes avanços a sua equipe com corridas, mas a defesa do Spartans forçou seu trabalho, segurando o time adversário. Em tentativa de Field Goal do Blue Birds, o LB Rafael Matos (#89) do Spartans bloqueou, e a bola foi recuperada por sua equipe.

O QB spartano Roberto Spinelli (#13) ainda forçou alguns passes, no período, mas não conseguiu garantir o avanço do seu time. Em nova tentativa do São Caetano, não foi diferente para o time do ABC. A defesa do Spartans se impôs, com destaque para o S Lucio Ribeiro (#40).

Na volta do halftime, não teve erro. Com recepção do WR Douglas Silverio (#86), o QB spartano garantiu um avanço de 42 jardas e, novamente com um passe, o WR Lucca Germano (#7) recebeu e aumentou o placar na partida. Com extra point convertido pelo kicker André Fernandes (#5), o placar ficou 13 a 03.

Ainda no terceiro quarto, o QB aumentou ainda mais o placar para os spartanos após corrida de 14 jardas (19×03).
O Blue Birds não mostrava querer desistir da partida. Com mais participações do RB Diego #32 e QB Eduardo Caboclo (#7), a equipe conseguia importantes avanços, mas a endzone parecia sempre distante.

No último quarto, o QB spartano selou o destino do jogo. Após um passe de 20 jardas, com recepção do WR Wellington Donato (#19). Spinelli (#13) ainda garantiu um avanço de oito jardas, com uma corrida, que o deixou na entrada da endzone. Com mais uma corrida do QB, o TD foi marcado, deixando o placar em 25 a 03.

Mesmo com algumas tentativas do Blue Birds, o placar não foi mais alterado, dando a importante primeira vitória do Spartans na FFC. Para o São Caetano, a continuidade no torneio ficou um pouco mais complicada.

“Agora, no final do jogo, já estávamos reunidos, conversando sobre a trajetória do São Caetano até aqui. Nós temos uma boa comissão técnica e, mesmo com a derrota, pretendemos chegar com força no próximo jogo contra o Diadema. A ajuda dos meu companheiros auxiliou na minha nomeação como MVP do São Caetano na partida, pois entendo que a equipe funciona como um tripé. Sem um dos apoios, o time inteiro cai. Nesse caso, a linha, em especial, está de parabéns por ter segurado o Spartans em importantes momentos. Para a próxima rodada, estarei muito mais focado que o normal para conseguir marcar pela minha equipe e companheiros”, declarou o RB Diego Martins (Bandana – #32).

Para o LB Gabriel Theodoro (Borel – #52), a boa atuação do time tem nome. “Contratamos o Tony, treinamos durante a semana e já melhoramos bastante. A defesa não teve muita alteração, ele focou intensivamente nos treinos do ataque. Não tínhamos pontuado muito no último jogo, mas nesse já conseguimos pontuar. A entrada do novo HC já deu uma diferença enorme no time, a sideline tem outra atmosfera. Ele traz uma forma de jogo básica, mas que é facilmente aplicável na partida e é eficiente. Hoje foi mais um passo, mas precisamos ganhar na próxima rodada para garantir a classificação”, afirma.

Sobre a Freedom Four Cup:

A FFC reúne seis equipes de Futebol Americano de São Paulo, divididas em dois grupos. No Grupo 1 estão as equipes São Paulo Monsters, Diadema Diamond e São Caetano Blue Birds. Já no Grupo 2, estão o Palmeiras Locomotives, Caraguá Ghost Ship e Spartans Football.

Na primeira fase, os times se enfrentam dentro das suas chaves, além de um confronto entre grupos, definido por sorteio. As semifinais serão realizadas pelo primeiro e segundo colocados de cada grupo. Em dezembro, os finalistas se enfrentam na busca pelo título.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here