Cuiabá Arsenal supera Tubarões do Cerrado e segue invicto

Se Cuiabá Arsenal vencer próximo confronto, terá direito de sediar semifinal, se avançar até lá.

0
286
Junior Martins

O Cuiabá Arsenal venceu o Tubarões do Cerrado por placar de 30 a 13, nesse sábado (24.09), em partida válida pela 5ª rodada da Superliga Nacional de Futebol Americano, a 1ª Divisão do campeonato brasileiro da modalidade, no Estádio Municipal Rogério Jesus de Almeida, em Nossa Senhora do Livramento (49 km de Cuiabá). Com o resultado, segue invicto com cinco jogos e cinco vitórias e garante o direito de sediar os confrontos das oitavas e quartas de final.

De acordo com o narrador do jogo, Victor Francisco, um jornalista que narra partidas de futebol americano pelo país, essa é a maior competição da história modalidade. Segundo ele, até ano passado os times estavam divididos em dois campeonatos brasileiros considerados de 1ª Divisão (Série A). E, neste ano, os dois certames se unificaram na Superliga 2016, o que teria criado a maior disputa de todos os tempos, com 30 equipes de 16 unidades federativas.

“Vitória importante por garantir ao Arsenal o direito de mando de campo nos dois primeiros jogos da etapa de playoffs (mata-mata), oitavas e, se vencer, quartas de final. Jogar em casa diminui custos com viagens, assegura plantel completo de atletas e apoio da torcida. E, se vencer o próximo jogo da etapa classificatória, que será contra o Goiânia Rednecks, também garantirá direito de sediar a semifinal. Claro, mas antes, precisará ganhar nas oitavas e quartas”, diz Victor.

arsenal_tubaroes_post

Scout

No 1º quarter, o Tubarões do Cerrado abriu a partida com o chute inicial (kickoff). E o Cuiabá Arsenal abriu o placar com touchdown de retorno de kickoff. Kenneth Joshen recebeu a bola e correu para marcar seis pontos. Com extra point convertido (Placar – 07 x 00). Depois, ambos os ataques são parados pelas defesas adversárias, há trocas de posse de bola, até o kicker do Tubarões, Victor Fialho chutar e marcar três pontos (07 x 03). Defesas no domínio do jogo!

Ainda no 1º quarter, o Tubarões do Cerrado vira o jogo com touchdown de passe do quarterback (QB) Guilherme Rasi para running back (RB) e wide receiver (WR), Bruno ‘Hitman’ Albert. E Fialho converte o ponto extra (07 x 10). Mas o Cuiabá Arsenal aperta o cerco e marca touchdown com passe do QB Marcelo Roversi para o também RB e WR, Brandon ‘The Rocket’ Watkins. Com bom extra point para finalizar o placar do 1º quarter (14 x 10).

No 2º quarter, defesas seguem no domínio, mas o ataque do Tubarões do Cerrado é mais efetivo ao ganhar muitas jardas com corridas. Acontecem duas interceptações, uma do Kenneth Joshen em favor do time da casa e outra do corner back (CB), André ‘Piupa’ Luiz em favor do rival. Até o kicker Victor Fialho, nos últimos quatro segundos do relógio, marcar novo field goal e partir para o intervalo no placar de 14 x 13. Defesas foram pontos fortes de ambas as equipes.

No 3º quarter, ataque seguem com dificuldades para avançar sobre defesas. Até, num momento chave, Jadson Santana, do Cuiabá Arsenal, força fumble e devolver a posse da bola para os donos da casa. Sem perder a oportunidade, o QB Marcelo Roversi marca touchdown com passe para o americano Brandon ‘The Rocket’ Watkins. Com extra point (XP) dentro das metas, o placar sobe para 21 a 13. Aqui os mandantes começavam a solidificar uma vitória sobre um rival invicto.

No 4ª quarter, o time de defesa do Cuiabá Arsenal cresce ainda mais na partida, chegam a forçar um safety em cima do quarterback Guilherme Rasi (23 x 13). Depois Marcelo Roversi executa outro passe para touchdown com Kenneth Joshen. Com XP eficiente (30 x 13). Na sequência, Kenneth Joshen faz uma interceptação, corre dezenas de jardas e marca novo TD, mas é anulado por falta na jogada. Cuiabá Arsenal vence e mantém uma das melhores campanhas da Superliga.

Próximo

O Cuiabá Arsenal enfrentará o Goiânia Rednecks, em partida válida pela 6ª rodada classificatória da Superliga Nacional de Futebol Americano, no dia 8 de outubro, às 18h, no campo do Sesi Ferreira Pacheco, em Goiânia (GO).

Texto e fotos: Junior Martins

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here